No quinto dia de disputas do Campenato Britânico em Glasgow, depois do recorde britânico de Ben Proud nas semifinais com 21.65 quebrando sua própria marca de fevereiro de 21.73, o destaque das finais foi o jovem Timothy Shuttleworth vencedor dos 1500 livre.

Shuttleworth, 19 anos, terminou a temporada passada com 15:43.97 e em fevereiro havia feito seu melhor 15:15.74 para agora baixar pela primeira vez dos 15 minutos com 14:56.23.

1500 livre masculino –
1o Timothy Shuttleworth 14:56.23
2o Stephen Milne 14:59.10
400 livre feminino –
1o Jazmin Carlin 4:04.33
3o Eleanor Faulkner 4:09.87
200 medley masculino –
1o Roberto Pavoni 1:59.20 (não é índice)
200 medley feminino –
1o Siobhan Marie O’Connor 2:09.66
2o HannahMiley 2:12.02
50 livre masculino –
1o Benjamin Proud 21.73 (21.65 na eliminatória novo recorde britânico)
20 Thomas Fannon 22.24

A seletiva britânica termina neste domingo. Até o momento são oito nadadores, somente oito atingindo os fortes índices exigidos pela Federação Britânica. Outros nove estão na faixa dos 2% das marcas e o grupo chega a 17 nadadores.

Link para todos os resultados:
https://www.swimmingresults.org.uk/swimming/results/2016/bstrials16/index.php?v=12

Terminou a seletiva da África do Sul em Durban. A equipe vai para o Rio sem mulheres, nenhuma chegou tão perto como Tatjana Schoenmaker nos 200 peito com 2:26.95, apenas um centésimo de garantir a vaga. Vão ser nove atletas, todos homens no Rio 2016.

Neste último dia, Chad Le Clos nadou os 100 borboleta. Depois de 51.81 nas eliminatórias, 51.91 nas semifinais, Le Clos venceu com 51.82. Brad Tandy baixou seu 50 livre para 22.13 consolidando a vaga garantida na semifinal. Michael Meyer que já estava na equipe pelos 400 medley, adicionou a prova dos 1500 livre.

Fim para Roland Schoeman, veterano nadador de 35 anos de idade que disputava a chance de nadar sua quinta Olimpíada terminou em terceiro nos 50 livre e um tanto distante do índice olímpico. Schoeman nadou as eliminatórias para 22.77, melhorou na semifinal 22.69 e terminou na final em terceiro com 22.75. O índice de 22.27 nem foi ameaçado.

Time Sul-Africano para o Rio 2016:
Sebastien Rousseau, 400 medley
Michael Meyer, 400 medley e 1500 livre
Myles Brown, 200 e 400 livre
Cameron van der Burgh, 100 e 200 peito
Christopher Reid, 100 costas
Chad Le Clos, 100 e 200 borboleta, 200 livre
Jarred Crous, 200 peito
Brad Tandy, 50 livre
Douglas Erasmus, 50 livre

200 costas feminino –
1o Nathania Van Niekerk 2:11.33 (não é índice)
100 borboleta masculino –
1o Chad Le Clos 51.82
50 livre masculino –
1o Brad Tandy 22.13
2o Douglas Erasmus 22.26
50 livre feminino –
1o Tayla Lovemore 25.97 (não é índice)
800 livre feminino –
1o Michelle Weber (não é índice)
1500 livre masculino –
1o Matthew Meyer 15:09.58

No encerramento da competição, tomada de tempo do 4×200 livre masculino com a África do Sul nadando para 7:12.96. O país agora passa a segunda posição do ranking da repescagem, atrás apenas dos 7:11.15 do Brasil no Pan de Toronto.
Na prova, Myles Brown abriu com 1:47.53 ganhando a vaga olímpica dos 200 livre, seguido de Sebastien Rousseau 1:48.09, Calvin Justus 1:49.60 e Chad Le Clos fechando com 1:47.74.

Logo em seguida, outra tomada de tempo, agora 4×100 livre, com quatro nadadores diferentes nadaram para 3:17.64 atrás do 3:17.40 da Argentina que ocupa a quarta vaga da repescagem.

Link para todos os resultados:
http://swimsa.org/liveresults/2016/sa-national-aquatic-championship-2016-durban

No último dia do Arena Pro Swim Series em Mesa, no Arizona, Estados Unidos, Michael Phelps levou os 200 medley com o terceiro tempo do mundo com 1:57.90 e Katie Ledecky fez o nono melhor 800 livre da história com 8:13.20. Maya Dirado também foi destaque com duas vitórias nos 200 medley e 200 costas. O campeão mundial dos 10 quilômetros em Kazan, Jordan Wilimovsky foi o vencedor dos 1500 livre com 14:53.12.

800 livre feminino – Katie Ledecky 8:13.20
200 medley feminino – Maya Dirado 2:11.09
200 medley masculino – Michael Phelps 1:57.90
200 costas feminino – Maya Dirado 2:08.61
200 costas masculino – Ryan Lochte 2:01.04
100 livre feminino – Simone Manuel 53.80
100 livre masculino – Nathan Adrian 48.00
1500 livre masculino – Jordan Wilimovsky 14:53.12

Link para todos os resultados:
http://omegatiming.com/Competition?id=0001100001FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF&day=3

Começou a seletiva russa em Moscou, sem Yulia Efimova como já havíamos anunciado na postagem de ontem.

400 livre masculino –
1o Aleksandr Krasnykh 3:47.30
2o Vyacheslav Andrusenko 3:49.24
400 medley masculino –
1o Semen Malkovich 4:17.57 (não é índice)
400 medley feminino –
1o Kristina Vershinina 4:46.83 (não é índice)

Nas semifinais dos 100 peito, os russos tiveram 11 nadadores na casa do 1:00 nos 100 peito. O melhor foi Krill Prigoda com 1:00.17.

No Aberto da Dinamarca, Jeanette Ottesen fez o melhor resultado do dia com 57.32 nos 100 borboleta. Pal Joensen das Ilhas Faro que nada na Olimpída pela Dinamarca venceu os 1500 livre com 15:04.13. O alemão Paul Biedermann nadou os 100 livre e venceu com 49.82. A seletiva alemã acontece em maio.

No Campeonato Húngaro em Gyor, Laszlo Cseh venceu as provas de 200 medley (2:00.20) e 50 borboleta (23.83) em competição que serve apenas para seletiva de quem ainda não tem índice. Cseh nem descansou para o torneio e Katinka Hosszu optou por nem nadar.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *