No mesmo dia em que começamos a seletiva brasileira no Maria Lenk, muita natação ao redor do planeta, e todos os olhos mirando para o Rio 2016.

Começando na seletiva britânica em Glasgow. O destaque do dia foi os 200 metros nado peito masculino, onde três nadadores entraram no top 8 do mundo este ano. Uma prova com resultado surpreendente e com novo recorde inglês para Andrew Willis 2:08.08, segundo melhor tempo do mundo em 2016. Surpresa por deixar Ross Murdoch 2:09.16 em terceiro lugar e fora do Rio 2016 e ainda o medalhista de prata em Londres, Michael Jamiesen 2:10.55 em quinto e o que dizer de Adam Peaty em 6o com 2:11.71 depois de passar os primeiros 100 metros na frente com 1:00.68.

De toda a etapa, apenas Andrew Willis nadou abaixo dos fortes índices britânicos, e passados cinco dias, apenas cinco nadadores estão automaticamente classificados para o Rio 2016, embora a Seleção a ser anunciada vai ter até 30 nadadores.

200 peito masculino –
1o Andrew Willis 2:08.08
2o Craig Benson 2:09.07
100 livre feminino –
1o Siobhan Marie O’Connor 54.18
2o Fran Halsall 54.53
100 borboleta masculino –
1o James Guy 52.15
2o Antony James 52.31
200 costas feminino –
1o Elizabeth Simmonds 2:09.24
2o Jessica Fullalove 2:11.20

Grã-Bretanha para o Rio 2016 até agora:
Hannah Miley – 400 medley
Adam Peaty – 100m peito
James Guy – 400m livre
Max Litchfield – 400m medley
Andrew Willis – 200m peito

Link para os resultados completos:
https://www.swimmingresults.org.uk/swimming/results/2016/bstrials16/index.php?v=12

Na África do Sul, em Durban, o primeiro índice feminino quase saiu. Tatjana Schoenmaker venceu os 200 peito com 2:26.95 ficando a um centésimo da marca exigida. Tivemos dois índices alcançados nas semifinais com Brad Tandy nos 50 livre 22.13 e o terceiro índice de Chad Le Clos, agora nos 100 borboleta, fazendo 51.81 nas eliminatórias e 51.91 nas semifinais.

200 peito feminino –
1o Tatjana Schoenmaker 2:26.95 (não é índice)
200 costas masculino –
1o Martin Binedell 2:01.35 (não é índice)
200 medley masculino –
1o Dylan Bosch 2:01.24 (não é índice)
100 livre feminino –
1o Karin Prinsloo 56.12 (não é índice)

Até agora, o time Sul-Africano para o Rio 2016:
Sebastien Rousseau, 400 medley
Michael Meyer, 400 medley
Myles Brown, 400 livre
Cameron van der Burgh, 100 e 200 peito
Christopher Reid, 100 costas
Chad Le Clos, 100 e 200 borboleta, 200 livre
Jarred Crous, 200 peito
Brad Tandy, 50 livre

Na etapa, também tivemos uma tomada de tempo do 4×100 medley masculino da África do Sul e com 3:33.80, a equipe passa a liderar a repescagem. Nos parciais:
Christopher Reid 53.52 de costas
Cameron van der Burgh 58.95 de peito
Chad Le Clos 51.59 de borboleta
Calvin Justus 49.74 de crawl

Link para os resultados completos:
http://swimsa.org/liveresults/2016/sa-national-aquatic-championship-2016-durban

Em dia de muito vento, segunda etapa do Arena Pro Swim Series em Mesa, no Arizona. Melhores resultados vieram na prova mais curta dos homens, Nathan Adrian 21.69 nos 50 livre e na mais longa da etapa para as mulheres com Katie Ledecky 4:02.15.

Vencedores de prova:
200 borboleta feminino – Camille Adams 2:08.59
200 borboleta masculino – Michael Phelps 1:58.14
50 livre feminino – Madison Kennedy 24.45
50 livre masculino – Nathan Adrian 21.69
100 costas feminino – Maya Dirado 1:00.71
100 costas masculino – David Plummer 54.29
200 peito feminino – Breeja Larson 2:26.64
200 peito masculino – BJ Johnson 2:14.16
400 livre feminino – Katie Ledecky 4:02.15
400 livre masculino – Michael McBroom 3:49.04

Link para os resultados completos:
http://omegatiming.com/Competition?id=0001100001FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF&day=1

No Campeonato Húngaro em Gyor:

200 borboleta masculino –
1o Laszlo Cseh 1:54.85
2o Tomas Kenderesi 1:56.17
1500 livre masculino –
1o Gergely Gyurta 14:54.55
2o Kristof Rasovsky 15:12.86
400 livre feminino –
1o Boglarka Kapas 4:07.99
100 borboleta feminino –
1o Evelyn Verraszto 59.71 (não é índice)

No Aberto da Dinamarca em Copenhagen, Mie Nielsen fez o mehor tempo do dia com 59.95 nos 100 costas. Nos 50 livre, um bom duelo, Pernille Blume bateu Jeanette Ottesen 24.47 contra 24.74.

Saiu a convocação oficial da Seleção da Nova Zelândia para o Rio 2016. São oito atletas e o maior destaque é a fundista Lauren Boyle.

Lauren Boyle (United Swim Club, Auckland)
Glenn Snyders (North Shore Swimming, Auckland)
Matthew Stanley (Matamata, Waikato)
Bradlee Ashby (Fairfield Swim Club, Waikato)
Helena Gasson (North Shore Swimming, Auckland)
Matthew Hutchins (Wharenui Swim Club, Christchurch)
Corey Main (Howick Pakuranga Swim Club, Counties Manukau)
Emma Robinson (Capital Swim Club, Wellington)

Na Rússia, a Seletiva começa na próxima semana e dois nomes não vão estar presentes, dois medalhistas olímpicos. Yulia Efimova teve o seu pedido de suspensão temporária imposta pela FINA rejeitado e a medalhista de bronze nos 200 peito em Londres não nada a seletiva, e por consequência, está fora do Rio 2016. O outro foi o medalhista de prata dos 100 borboleta, Evgeny Korothyskhin, que anunciou sua aposentadoria.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *