Sétimo dia da seletiva chinesa em Foshan, melhor resultado foi o recorde nacional dos 100 borboleta masculino pelo jovem nadador Li Zhuhao de 16 anos com 51.24 igualando a marca de Zhou Jiawei desde a era dos trajes em 2009.

100 borboleta masculino –
1o Li Zuhao 51.24
2o Zhang Qibin 52.34
200 costas feminino –
1o Liu Yaxin 2:10.01
2o Chen Jie 2:10.29
800 livre feminino –
1o Zhang Yuhan 8:24.04
2o Xin Xin 8:25.16
50 livre masculino –
1o Yu Hexin 22.16
2o Shi Yang 22.40 (não é índice)

A seletiva chinesa termina neste domingo.

No Japão, em Tóquio, a seletiva japonesa chegou ao seu sexto dia e também termina neste domingo. O recorde japonês e asiático dos 200 medley com Kosuke Hagino nos 200 medley foi o grande resultado do dia com 1:55.07 superando a sua própria marca de 1:55.33 feita em 2014.

Se Hagino foi bem, Daiya Seto nem tanto. Perdeu a segunda vaga da prova para Hiromasa Fujimori embora já estivesse classificado para as provas de 400 medley e 200 borboleta para o Rio 2016.

Entre as mulheres, Rie Kaneto bateu a campeã mundial dos 200 peito, Kanako Watanabe e ainda levou o recorde japonês e asiático da prova com 2:19.65 superando a sua própria marca de 2:20.04 feita no Aquatic Super Series na Austrália no início deste ano.

200 medley masculino –
1o Kosuke Hagino 1:55.07
2o Hiromasa Fujimori 1:57.57
200 peito feminino –
1o Rie Kaneto 2:19.65
2o Kanako Watanabe 2:23.54
200 costas masculino –
1o Ryosuke Irie 1:56.30
2o Masaki Kaneko 1:56.52
800 livre feminino –
1o Miho Takahashi 8:36.64
2o Asami Chida 8:37.08

Veja o vídeo da prova do novo recorde de Kosuke Hagino nos 200 medley.

https://www.youtube.com/watch?v=LTkd4ylCfck

As provas que fecham a seletiva são: 1500 livre masculino, 50 livre masculino, 50 livre feminino, 100 borboleta masculino e 200 costas feminino.

Link para os resultados completos:
http://swim.seiko.co.jp/en/2016/S70701/eng_index.htm

Na Austrália, foi o terceiro dia de seletiva em Adelaide. Tivemos a definição do revezamento 4×200 livre masculino e com empate nas duas posições que vão disputar a prova individual no Rioi com Thomas Fraser Holmes e Cameron McEvoy com 1:45.63.

Depois de termos uma dupla de irmãos, David e Emma McKeon, classificados para o Rio 2016, agora vamos ter um pai treinador, Michael Bohl, e sua filha Georgia Bohl de 18 anos, campeã dos 100 peito no time olímpico.

Ajudando o time olímpico da Suécia, Michelle Coleman que treina com Dennis Cotterell no Miami nadou os 200 livre nas eliminatórias para 1:56.17.

200 livre masculino –
1o Thomas Fraser Holmes e Cameron McEvoy 1:45.63
Para completar o revezamento 4×200 livre David MacKeon 1:46.61 e Daniel Smith 1:46.87
100 costas feminino –
1o Emily Seebohm 58.96
2o Madison Wilson 59.19
100 costas masculino –
1o Mitchell Larkin 52.54 (54.48 nas semifinais)
2o Joshua Beaver 53.75
100 peito feminino –
1o Georgia Bohl 1:06.44
2o Taylor McKeown 1:07.35

Austrália para o Rio 2016 após o terceiro dia de competição:
Thomas Fraser Holmes, 400 medley e 200 livre
Travis Mahoney, 400 medley
Mack Horton, 400 livre
David McKeon, 400 livre
Blair Evans, 400 medley
Kery McMaster, 400 medley
Emma McKeon, 100 borboleta
Madeline Groves, 100 borboleta
Jake Packard, 100 peito
Jessica Ashwood, 400 livre
Tasmin Cook, 400 livre
Cameron McEvoy, 200 livre
Emily Seebohm, 100 costas
Madison Wilson, 100 costas
Mitchell Larkin, 100 costas
Josshua Beaver, 100 costas
Georgia Bohl, 100 peito
Taylor McKeown, 100 peito

Link para os resultados completos:
http://liveresults.swimming.org.au/SAL/2016OPEN/

No Canadá, foi o quinto dia de seletiva, termina neste domingo em Toronto, na piscina do Pan.

Enquanto Santo Condorelli era desclassificado na eliminatória dos 100 borboleta após nadar para 52.32, as mulheres canadenses fizeram um 100 livre muito forte. A começar pela jovem Penny Oleksiak de 15 anos de idade quebrando o recorde mundial júnior com 53.31. Depois Chantal Vandlandeghem, a campeã panamericana da prova, em segundo com 53.91. Seguiram mais dois tempos na casa dos 54 para completqar o revezamento e mais três nadadoras abaixo dos 55 segundos. Para entrar na final, Top 10, 55.85. Foi o mais forte 100 livre feminino da história no Canadá.

100 borboleta masculino –
1o Mack Darragh 53.74 (sem índice)
100 livre feminino –
1o Penny Oleksiak 53.31 novo recorde mundial júnior
2o Chantal Vanlandeghem 53.91
Completando o forte revezamento 4×100 livre do Canadá Sandrine Mainville 54.14 e Michelle Williams 54.45
200 costas masculino –
1o Jerem Dezwirek 1:58.31 (sem índice)
200 peito feminino –
1o Kierra Smith 2:23.91
2o Marth McCabe 2:25.13
800 livre feminino –
1o Britta MacLean 8:21.40
2o Olivia Anderson 8:38.34 (sem índice)
Tomada de tempo 4×200 livre
Canadá 7:18.26
Nova Zelândia 7:22.10

Canadá para o Rio 2016:
Brittany Maclean, 200, 400 e 800 livre
Penny Oleksiak, 100 borboleta, 100 e 200 livre
Noemie Thomas, 100 borboleta
Kylie Masse, 100 costas
Dominique Bouchard, 100 costas
Javier Acevedo, 100 costas
Sydney Pickrem, 200 e 400 medley
Emily Overholt, 400 medley
Ryan Cochrane, 400 livre
Kierra Smith, 100 e 200 peito
Rachel Nicol, 100 peito
Ashton Baumann, 200 peito
Audrey Lacroix, 200 borboleta
Santo Condorelli, 100 livre
Yuri Kisill, 100 livre
Erika Seltenreich-Hodgson, 200 medley
Chantal Vanlendeghen, 100 livre
Martha McCabe, 200 peito

Entre os estrangeiros que nadam a final B, destaque para o americano Ryan Murphy 1:54.94 nos 200 costas, segundo tempo do mundo em 2016.

Link para os resultados completos:
http://results.swimming.ca/2016_Olympic_Trials/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *