Na véspera do início da seletiva australiana, começou a Eindhoven Cup na Holanda e as seletivas continuam bombando ao redor do planeta.

No Canadá, em Toronto, segundo dia de competições teve o incremento de cinco nadadores na equipe para o Rio 2016 com a quebra de alguns recordes nacionais.

Nos 100 costas feminino, Kylie Masse bateu o recorde nacional nas eliminatórias com 59.17 e na final 59.06. Dominique Bouchard com 59.96 também nadou abaixo do índice e o Canadá vai ter duas nadadoras nesta prova no Rio.
A marca de 59.06 é o segundo melhor tempo do mundo este ano, só perde para os 58.34 de Emily Seebohm.

Saiu o primeiro homem classificado para o Rio, Javier Acevedo com 53.67 bem abaixo do índice exigido de 54.36. O tempo ficou a apenas quatro centésimos do recorde nacional, mas quebrou o recorde mundial júnior da prova que era do grego Apostolos Christou com 54.03. Nos parciais de Acevedo 26.48 e 27.19 de volta.

Duas nadadoras abaixo do índice e numa batalha só decidida no final, no toque. Vitória de Sydney Pickrem com 4:38.34 com Emily Overholt logo atrás 4:38.50.
Vencedores sem índices:
200 borboleta masculino – Mack Darragh 1:58.22, índice 1:56.97

Entre os estrangeiros:
200 borboleta masculino – Jan Switkowski da Polônia 1:56.25
100 costas masculino – Ryan Murphy dos Estados Unidos 52.57, Daniel Torres do México 55.98 novo recorde nacional do seu país, Dylan Carter de Trinidad & Tobago nas eliminatórias 54.94 novo recorde nacional de seu país e Corey Main da Nova Zelândia 54.27, índice olímpico.
400 medley feminino – Elizabeth Beisel dos Estados Unidos 4:35.59

Link para os resultados completos:
http://results.swimming.ca/2016_Olympic_Trials/

Canadá para o Rio 2016 após dois dias de disputa:
Brittany Maclean, 400 livre
Penny Oleksiak, 100 borboleta
Noemie Thomas, 100 borboleta
Kylie Masse, 100 costas
Dominique Bouchard, 100 costas
Javier Acevedo, 100 costas
Sydney Pickrem, 400 medley
Emily Overholt, 400 medley

Começou a seletiva holandesa, Eindhoven Cup e disputada no sistema de “sessão coruja”, em horários semelhantes ao que teremos nos Jogos Olímpicos do Rio.

Na prova dos 50 livre, foram disputadas três rodadas, todas no dia de hoje. No feminino, a campeã olímpica Ranomi Kromowidjojo venceu nadando cada vez mais rápido com 24.67, 24.39 e 24.36.

Nos 50 livre masculino, vitória de Renzo Tjon A Joe do Suriname com 22.33, três centésimos acima do seu recorde nacional e seis centésimos acima do índice A da FINA. Tjon A Joe foi segundo nas eliminatórias com 22.40 e segundo nas semifinais com 22.47.

Tivemos uma tomada de tempo do revezamento 4×200 livre feminino da Holanda com Marrit Steenbergen (1:57.95), Esmee Vermeulen (1:58.67), Robin Neumann (1:59.38) e Femke Heemskerk (1:56.06) com tempo final de 7:52.06, novo recorde nacional. Este revezamento não nadou em Kazan e com esta marca passa a ter o melhor tempo da repescagem.

A dinamarquesa Rikke Pedersen venceu os 200 peito com 2:22.83, terceiro melhor tempo do mundo em 2016.

Link para os resultados completos:
http://livetiming.knzb.nl/SC-NK16/index_us.html

Link para assistir ao vivo a seletiva:
https://www.youtube.com/watch?v=XXr8UfEqfn8

Na seletiva japonesa em Tóquio, terceiro dia de disputas.

Kosuke Hagino garantiu sua vaga nos 200 livre com 1:45.50, melhor tempo do mundo em 2016 e marca que lhe colocaria em quarto no Mundial de Kazan no ano passado. Competição que Hagino não pode participar após fraturar o cotovelo quando faltavam algumas semanas para a disputa.

Revezamento 4×200 livre do Japão vai ter Hagino 1:45.50, Takeshi Matsuda 1:46.88, Naito Ehara 1:46.89, e Yuki Kobori 1:47.27 , todos abaixo do índice A da FINA.

Nos 100 costas masculino, foram quatro nadadores nadando na casa dos 53 segundos, melhor para Ryosuke Irie com 53.26 e Junya Hasegawa em segundo com 53.49.

Equilíbrio também nos 100 peito, três nadadoras para 1:06, melhor para Kanako Watanabe com 1:06.57 seguida por Satomi Suzuki 1:06.72.

Link para os resultados da seletiva japonesa:
http://swim.seiko.co.jp/en/2016/S70701/eng_index.htm

Quarto dia da seletiva chinesa em Roshan,

Shen Duo, campeã e recordista mundial júnior venceu os 200 lvire com 1:55.82 a frente de Qiu Yuhan com 1:55.84 ganhando as vagas para a prova individual. Para o revezamento, Ai Yanhan de 14 anos ficou em terceiro com 1:56.46 e Zhang Yuhan com 1:57.06.

Li Zhuhao venceu os 200 borboleta masculino com 1:55.54, segundo tempo do mundo na temporada. O segundo na prova foi Wu Yuhang com 1:56.92 .

Ye Shiwen falhou nos 400 medley, mas ganhou vaga para defender o seu título olímpico nos 200 medley ao vencer a seletiva com 2:12.01. Zhou Min ficou em segundo com 2:12.21.

A China não está classificada para o revezamento 4×200 livre masculino. No Mundial de Kazan a equipe ficou em 14o com 7:17.67. Em Roshan, fez uma tomada de tempo nadando para 7:13.19. Com o resultado, os chineses passam a ser o segundo tempo da repescagem, o Brasil lidera nesta briga por quatro vagas com 7:11.15 dos Jogos Pan Americanos.

Nas semifinais dos 100 livre masculino, Zetao Ning , atual campeão mundial da prova, foi o único a quebrar a barreira dos 48 segundos com 47.96.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *