Melhor Treinador Paralímpico do Brasil em 2015

Leonardo Tomasello Araújo, Comitê Paralímpico Brasileiro

0
2067
FABIOLA MOLINA

Dois votos de diferença deram a Leonardo Tomasello Araújo o prêmio de Melhor Treinador Paralímpico Brasileiro de 2015.

Não só pelos trabalhos com seus atletas, Edênia Garcia, Phelippe Rodrigues, entre outros, mas pelo comando e principalmente reorganização da natação paralímpica no país.

2015-862489378-201510301735102838.jpg_20151030

Existe uma nova cultura, um novo espírito, uma reorganização de alto nível, de busca de performance e valorização dos bons resultados. O esporte paralímpico cresceu muito e a natação em especial. Não é a toa que o esporte foi o carro chefe no quadro de medalhas dos Jogos ParaPan Americanos e é a maior esperança para o Rio 2016, onde o objetivo é chegar a um inédito Top 5 do mundo na classificação final.

Leo veio da natação convencional, saiu da equipe do Corinthians, para assumir a Seleção Permanente em São Caetano do Sul. Lá, junto com sua comissão técnica, planeja, projeta, organiza e mantém toda a estrutura da seleção nacional.

O Painel de Especialistas teve dificuldades para a escolha e a pouca diferença se justifica contra o vencedor deste prêmio no ano passado, Marcos Rojo Prado, treinador de Daniel Dias, em mais uma excelente temporada.

Também foi nominado e recebeu votos Felipe Domingues, treinador de André Brasil e que também foi destaque na temporada paralímpica de 2015.

Deixe uma resposta