Uma bela noite para o esporte brasileiro, em especial para os esportes aquáticos e a Bahia. Ana Marcela Cunha e o canoísta Isaquías Queiroz foram premiados como os vencedores da 17a edição do Prêmio Brasil Olímpico em 2015 em cerimônia no Rio de Janeiro. Para completar a festa aquática, Thiago Pereira ganhou a votação online entre oito atletas como o Atleta da Torcida, recebendo um prêmio de 30 mil reais, mesma premiação que Ana Marcela e Isaquías receberam.

21

Ana Marcela Cunha teve mais um ano positivo na sua carreira e que não poderia terminar melhor. Maior destaque das águas abertas no Mundial de Kazan, Ana Marcela voltou com três medalhas, uma de cada cor e a vaga garantida para o Rio 2016. Foram 15 pódios internacionais consecutivos e ganhando pela primeira vez o Prêmio Brasil Olímpico.

É a segunda vez que as maratonas aquáticas são premiadas. Antes, Poliana Okimoto foi vencedora no ano de 2013 quando teve um resultado impressionante no Mundial de Barcelona.

6

Isaquías Queiroz foi absoluto na temporada. Foram duas medalhas de ouro e uma prata nos Jogos Pan Americanos de Toronto. Foi no Mundial de Milão que o baiano ganhou ainda mais respeito da comunidade esportiva do país. Abriu mão da sua prova, foi disputar outra para classificar a equipe para o Rio 2016 e acabou com uma medalha de ouro e um bronze.

O momento mais emocionante da noite foi a premiação especial do Troféu Adhemar Ferreira da Silva, premiando Gustavo Kuerten que foi as lágrimas em um discurso que foi o melhor de toda noite.

11_1

Os esportes aquáticos também foram premiados na escolha do treinador do ano para os esportes coletivos com a premiação do croata Ratko Rudic, treinador da Seleção Masculina de Polo Aquático.

20

CONFIRA OS MELHORES DO ANO EM 49 MODALIDADES
Atletismo – Fabiana Murer
Badminton – Lohaynny Vicente
Basquete – Leandro Barbosa
Boliche – Marcelo Suartz
Boxe – Robson Conceição
Canoagem Slalom – Ana Satila Vargas
Canoagem Velocidade – Isaquias Queiroz
Ciclismo BMX – Renato Rezende
Ciclismo Estrada – Flavia Paparella
Ciclismo Mountain Bike – Henrique Avancini
Ciclismo Pista – Kacio Freitas
Desportos na Neve – Michel Macedo
Desportos no Gelo – Edson Bindilatti
Esgrima – Renzo Agresta
Esqui Aquático – Marcelo Giardi
Futebol – Lucas Lima
Ginástica Artística – Arthur Zanetti
Ginástica de Trampolim – Camilla Gomes
Ginástica Rítmica – Natália Gáudio
Golfe – Lucas Yu Shin Lee
Handebol – Ana Paula Rodrigues
Hipismo Adestramento – João Victor Oliva
Hipismo CCE – Ruy Leme
Hipismo Saltos – Pedro Veniss
Hóquei sobre Grama – André Luiz Couto
Judô – Érika Miranda
Karatê – Valéria Kumizaki
Levantamento de Peso – Fernando Reis
Lutas – Aline Ferreira da Silva
Maratona Aquática – Ana Marcela Cunha
Natação – Thiago Pereira
Nado Sincronizado – Luisa Nunes Borges e Maria Eduarda Miccuci
Patinação Artística – Marcel Stürmer
Pentatlo Moderno – Yane Marques
Polo Aquático – Felipe Perrone
Remo – Fabiana Beltrame
Rugby – Paula Ishibashi
Saltos Ornamentais – Giovanna Pedroso e Ingrid de Oliveira
Softbol – Martha Murazawa
Squash – Giovanna Veiga de Almeida
Taekwondo – Iris Silva Tang Sing
Tênis – Marcelo Melo
Tênis de Mesa – Hugo Calderano
Tiro com Arco – Marcus Vinicius D’Almeida
Tiro Esportivo – Cassio Rippel
Triatlo – Manoel Messias
Vela – Martine Grael e Kahena Kunze
Vôlei de Praia – Alison Cerutti e Bruno Schmidt
Vôlei – Sérgio Dutra dos Santos
CONFIRA OS MELHORES DE CADA ANO NO PBO
1999 – Maurren Maggi (atletismo) e Gustavo Kuerten (tênis)
2000 – Leila Barros (vôlei) e Gustavo Kuerten (tênis)
2001 – Daniele Hypolito (ginástica artística) e Robert Scheidt (vela)
2002 – Daniele Hypolito (ginástica artística) e Nalbert (vôlei)
2003 – Daiane dos Santos (ginástica artística) e Fernando Meligeni (tênis)
2004 – Daiane dos Santos (ginástica artística) e Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo)
2005 – Natália Falavigna (taekwondo) e João Derly (judô)
2006 – Laís Souza (ginástica artística) e Giba (vôlei)
2007 – Jade Barbosa (ginástica artística) e Thiago Pereira (natação)
2008 – Maurren Maggi (atletismo) e Cesar Cielo (natação)
2009 – Sarah Menezes (judô) e Cesar Cielo (natação)
2010 – Fabiana Murer (atletismo) e Murilo Endres (vôlei)
2011 – Fabiana Murer (atletismo) e Cesar Cielo (natação)
2012 – Sheilla Castro (vôlei) e Arthur Zanetti (ginástica)
2013 – Poliana Okimoto (maratona aquática) e Jorge Zarif (vela)
2014 – Martine Grael e Kahena Kunze (vela) e Arthur Zanetti (ginástica artística)
2015 – Ana Marcela Cunha (maratona aquática) e Isaquias Queiroz (canoagem)

2 respostas
  1. Célia Maria
    Célia Maria says:

    A ESCOLHA DOS DOIS FOI MARAVILHOSA!!!!

    Na foto acima eles não estão parecendo que são irmãos?

    Porém Marcelinha é MUITO MAIS BONITA.

    Marcelinha PARABÉNS!!!!!

    Isaquías PARABÉNS!!!!!!

    GUGA foi demais!!!!!!!

    Célia

    Responder
  2. Mãe Diná
    Mãe Diná says:

    Nem precisava ser vidente para apostar em Ana Marcela. Merecidíssima escolha.
    Para fechar 2015 e iniciar 2016 com tudo, só falta o resultado da FINA, melhor do mundo das maratonas é ela, Ana Marcela!!!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *