O revezamento feminino do Brasil 4×200 metros nado livre está classificado, o masculino praticamente, a Best Swimming fez um levantamento e apresentou alguns dos possíveis candidatos nas vagas disponíveis para fazer parte do Time Brasil no Rio 2016.

A tendência, é a convocação de apenas quatro nadadores para os Jogos. Nadadores reservas são obrigados a nadar nas eliminatórias para a equipe não ser desclassificada. A regulamentação foi incluída pela FINA/COI para esta Olimpíada. A briga é intensa, são apenas quatro vagas, mas a batalha nos Jogos Olímpicos vai ser ainda maior.

Só classificar a equipe para os Jogos não pode ser o objetivo do Brasil. Olimpíada não foi criada para “participar” e sim competir. Assim, se a briga para entrar no time vai ser dura, a batalha nos Jogos vai ser ainda maior. Veja abaixo:

4×200 livre masculino –
Recorde sul-americano do Brasil ainda é da era dos trajes 7:09.71 do Mundial de Roma. Melhor marca da era pós-trajes foi no Pan de Toronto 7:11.15.
Nos Jogos de Londres, para estar na final 7:11.64 da Hungria. Para uma medalha de bronze 7:06.30 da China, o ouro foi dos Estados Unidos com 6:59.70.
No Mundial de Barcelona em 2013, para chegar a final, China em oitavo com 7:13.37. Para o bronze, a própria China 7:04.74, o ouro foi novamente dos Estados Unidos 7:01.72.
No Mundial de Kazan este ano, para a final, a Bélgica foi oitava com 7:10.92. O bronze foi da Austrália 7:05.34 e o ouro ficou com a Grã-Bretanha 7:04.33.
A previsão para chegar a final seria abaixo do 7:10, algo em torno de quatro nadadores na casa do 1:47 e fração. Para o pódio, 7:04 ou menos, o que dá quatro nadadores para 1:46.00. Quem quiser levar o ouro tem de focar abaixo dos 7 minutos, o que quer dizer quatro nadadores para 1:45 ou menos.

4×200 livre feminino –
Nossa melhor marca foi o revezamento do Pan de Toronto com 7:56.36.
Nos Jogo sde Londres em 2012, para chegar a final 7:54.56 feito pelo Japão. Para subir ao pódio, a França terminou em terceiro lugar com 7:47.49. Os Estados Unidos foi ouro com 7:42.92.
No Mundial de Barcelona em 2013, para chegar a final 7:57.41 da Itália. Bronze novamente para a França 7:48.43 e ouro, novamente para as americanas 7:45.14.
No Mundial deste ano em Kazan, Oitava vaga para a França 7:55.08. Para o pódio, bronze foi da China 7:49.70 e o ouro com as americanas 7:45.37.
Na previsão para uma final no Rio 2016 é algo em torno dos 7:52, média de quatro nadadoras para 1:58. O bronze é na casa do 7:44, que são quatro nadadoras para 1:56.00. O ouro, este é mais complicado, mas as americanas, que são as favoritas, devem nadar na casa dos 7:40, quatro nadadoras na casa do 1:55.00.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *