Aos 24 anos de idade, Etiene Medeiros continua a fazer história para a natação brasileira. Parece que esta pernambucana de Recife está predestinada a abrir um caminho levando o esporte a um novo patamar. A medalha de prata em Kazan foi apenas a sequência desta série de feitos e conquistas que fazem de Etiene a melhor nadadora brasileira de todos os tempos.

A primeira medalha feminina nos Mundiais Júniors

20080712103342
Monterrey no México recebia em 2008 a segunda edição do Campeonato Mundial Júnior de Natação. A piscina recém construída era quente e enormes ventiladores minimizavam um calor infernal de julho. Os homens já brilhavam no pódio do Mundial desde a primeira edição no Rio dois anos antes. Etiene Medeiros fez a primeira final da equipe feminina nos 50 costas e conseguiu fazer a sua melhor marca para levar a prata com 29.44. Etiene chegou a seleção pelos 50 costas e foi nesta prova que ganhou a sua primeira conquista internacional. Na prova bateu a americana Elizabeth Pelton que ficou com o bronze e perdeu para a australiana Grace Loth que levou o ouro.

Melhor colocação da natação feminina do Brasil em Mundiais de Longa

O Palau Saint Jordi em Barcelona recebia o Mundial dos Esportes Aquáticos. O Brasil que brilhou nas águas abertas agora tinha a natação onde César Cielo levou dois ouros, Thiago Pereira dois bronzes nos 200 e 400 medley e Felipe Lima bronze nos 100 peito. As mulheres, como tradição para o Brasil, nada. Etiene estava bem balizada com o tempo dos 50 costas, passou pela semifinal e chegou a final com o quinto tempo. Nadou para 27.83 quebrando o recorde sul-americano da prova e terminou na quarta colocação superando Gabriella Silva que havia sido quinta no Mundial de 2009 nos 100 borboleta. A prova foi vencida pela dobradinha chinesa com Zhao Jing com 27.29, Yuanhui Fu 27.39 e Aya Terakawa do Japão em terceiro lugar 27.53.

Primeira medalha em Mundiais de Curta e veio com recorde mundial

Maria Lenk já batia recorde mundial para a natação feminina do Brasil na década de 30, antes mesmo do que os homens, mas nos campeonatos mundiais o Brasil ainda seguia sem subir ao pódio. Veio o Campeonato Mundial de Piscina Curta em Doha, no Catar, e mais uma barreira foi rompida. Etiene não só subiu no pódio, mas como foi no lugar mais alto dele. Venceu os 50 costas com 25.37 quebrando o recorde mundial da prova. Deixou nomes como Emily Seebohm da Austrália na segunda colocação e a húngara Katinka Hosszu na terceira colocação.

Primeira medalha de ouro nos Jogos Pan Americanos

https://www.youtube.com/watch?v=JyX0YdMmY6A

Como as vitórias de Rebeca Gusmão nos 50 e 100 livre do Pan de 2007 no Rio foram cassadas, o Brasil chegou a Toronto sem nunca poder comemorar uma medalha dourada em 64 anos de Jogos Pan Americanos. Foi Etiene quem mudou esta história ao vencer os 100 costas, nadando na liderança de ponta a ponta e quebrando a barreira do minuto pela primeira vez na sua carreira. Venceu com 59.61 estabelecendo novo recorde pan-americano para a prova.

Primeira medalha da natação feminina em Mundiais de Longa

Etiene Medeiros. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 06 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Etiene Medeiros. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 06 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Etiene Medeiros chegou ao Mundial de Kazan com o melhor tempo da temporada. Os 27.38 que ela fez no Maria Lenk,um centésimo acima do recorde sul-americano que ela estabeleceu no Open no ano passado, deu a Etiene a raia 4 da última série nas eliminatórias. Foi a primeira vez que uma mulher brasileira conquistou tal façanha. Nas eliminatórias, Etiene nadou para 27.74, nas semifinais venceu sua série com 27.41 e passou a final com o segundo tempo. Nas entrevistas, já previa que nadaria próximo ao recorde mundial na final. Não conseguiu tanto, mas fez sua melhor marca pessoal, quebrou o recorde das Américas e com 27.26 se tornou na terceira melhor nadadora da história dos 50 costas.

https://www.youtube.com/watch?v=lX9HFm0LcX8

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *