Kazan/RUS – A comissão técnica brasileira de natação no Campeonato Mundial dos Esportes Aquáticos de Kazan 2015 decidiu por razões médicas retirar o nadador Cesar Cielo Filho da competição. O chefe da comissão técnica, Alberto Silva, afirmou que a questão não é técnica, logo, a última palavra sobre a permanência do nadador no grupo era do médico. Segundo o Dr. Gustavo Magliocca, médico da equipe de natação do Brasil, Cesar se queixou de dor no ombro esquerdo, que nos exames físicos iniciais apontavam para uma lesão no tendão supra espinhoso (tendão bastante utilizado no gesto da natação).

– Essa lesão foi evoluindo à medida que ele nadava. Ontem tivemos 24 horas de repouso e pudemos observar melhor a evolução da lesão. Optamos em fazer um ultrassom do ombro que mostrou que o processo inflamatório era maior e um pouquinho mais avançado do que a gente imaginava, acrescentando outros diagnósticos à hipótese inicial médica. Considerando o estado físico dele, o pouco tempo que tínhamos aqui e, principalmente, o foco nos Jogos Olímpicos Rio 2016, optamos pelo corte neste momento para preservá-lo e iniciar o mais rápido possível a reabilitação desse ombro – explicou.

O nadador já está retornando ao país para aprofundar exames de imagem e iniciar tratamento fisioterápico. A prova de 50m livre, com eliminatórias na próxima sexta-feira, 7/08, contará com Bruno Fratus.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *