* O meu primeiro dia em Toronto deu para ver algumas coisas interessantes. A fama de cidade cosmopolita foi totalmente comprovada. A primeira visita a um pequeno supermercado onde o dono é iraniano, fui atendido por um queniano e no caixa por um indiano. Segundo um deles, são mais de dez nações trabalhando no local. Ah, e no hotel, a arrumadeira é das Filipinas.

* A cidade de Toronto vive um veranico, bem agradável. Mesmo com sol, a temperatura não passou de 23 graus. Os canadenses estão curtindo demais a temporada.

* Obras, obras e mais obras, por toda cidade. A explicação é simples, os pedreiros e mestre-de-obras tocam tudo o que podem durante o verão, pois no inverno é praticamente impossível trabalhar ao ar livre

* Trânsito, muito trânsito. As highways todas cheias de carro, em todas direções. Pior para a natação, por sinal, a única arena que fica longe, 30 quilômetros do centro da cidade. Foram 40 minutos para ir, um pouco menos para voltar. Contando eliminatória e final, ida e volta é um bocado de tempo perdido no trânsito, mesmo com as faixas exclusivas.

* Gostei demais do CIBC Aquatic Complex. A piscina fica num dos campus da Universidade de Toronto e lá virou um centro de excelência a ser mantido pelo governo canadense depois dos Jogos. Arquibancada dos dois lados, placar eletrônico, telão, raias da melhor qualidade, blocos da Omega, por sinal todo sistema de cronometragem e saída é da Omega, mas todos com o nome da empresa suíça apagados. Aparece apenas os nomes dos patrocinados. Nas placas de chegada aparece a marca Atos, que é o sistema de resultados, o mesmo que será utilizado nos Jogos Olímpicos do Rio 2016.

* No complexo, a piscina de aquecimento é tão boa quanto a piscina de competição. E fica exatamente ao lado. Uns 15 passos você sai de uma e pula na outra.

* O ambiente da piscina é quente, muito quente. Quem esteve na disputa dos saltos ornamentais diz que dá para suar, e muito. E olha que na natação vai ser mais gente, muito mais. Ar condicionado abaixo das necessidades.

 
* Participei pela primeira vez do Conexão SporTV e saí do Parque Olímpico já na madrugada. Fica bem no Centro de Convenções que serve de base de várias disputas e competições, no centro de Toronto. No horário do programa corria o vôlei de praia ao lado, muito barulho e animação, aliás que coisa bonita se tornou as disputas deste esporte, virou festa.

* Toronto mesmo sendo uma cidade grande, na madruga silencia, pouco trânsito e quase tudo fechado. Para jantar, lá fui eu no cercadinho iraniano, esta não fecha nunca. Tem também umas carrocinhas de cachorro quentão, padrão “podarão”, nada de food truck, carrocinha mesmo. Sempre tem gente comendo por ali, a noite toda. E a torre piscando.

* Vamos dormir algumas horas e que a natação começa nesta terça-feira.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *