Com quatro títulos de Copa do Mundo, as águas abertas do Brasil ainda não conheceram o que é uma medalha de ouro nos Jogos Pan Americanos. Em Toronto, a modalidade vai ser disputada pela terceira vez e as disputas acontecem neste final de semana.

No sábado, Carolina Bilich é nossa única representante na prova feminina que acontece as 15:30 da tarde horário local, 16:30 em Brasília. A prova é no Ontario Place West Channel a parte mais sul do CIBC Pan Am Park, onde estão a grande maioria dos locais de competição deste Pan.

São 18 mulheres na disputa, 10 quilômetros de prova em seis voltas de 1,667 metros cada uma. A temperatura d’água segundo os próprios brasileiros que treinaram ontem por lá está por volta dos 18 graus.

Carolina Bilich Queiroz é capixaba, atleta do Minas Tênis Clube, está de aniversário no dia de hoje completando 20 anos e faz a sua estréia em Pan Americanos. E uma série de muitos compromissos, pois depois das águas abertas ela ainda vai nadar as provas de 400 e 800 metros nado livre na competição de piscina.

Equipe brasileira no local de prova

Equipe brasileira no local de prova

No domingo, mesmo horário, mesmo local, a prova masculina, 18 participantes e desta vez dois nadadores do Brasil. São eles Luis Rogério Arapiraca, baiano 27 anos, nadador do Unisanta e Samuel de Bona, gaúcho 24 anos, nadador do Grêmio Náutico União.

Luis Rogério nada seu terceiro Pan, mas o primeiro nas águas abertas. Samuel faz o seu segundo Pan, esteve em Guadalajara 2011 onde terminou em 12o lugar na prova de águas abertas.

O Brasil nas águas abertas de Jogos Pan Americanos tem duas medalhas de prata e uma de bronze. As pratas vieram com Poliana Okimoto em 2007 e 2011 e o bronze com Allan do Carmo nos Jogos de 2007 no Rio de Janeiro.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *