O duelo dos 200 borboleta masculino está no ar.

O tempo de Chad Le Clos na medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Londres em 2012, 1:52.96, nunca mais foi repetido. O mais próximo que o sul-africano chegou foi no título mundial em Barcelona em 2013 com 1:54.32.

O recordista mundial (1:51.51) Michael Phelps não sabe se vai nadar a prova que lhe deu os títulos olímpicos de 2004 e 2008 e nadou apenas uma vez desde o seu retorno da aposentadoria em modestos 2:00.64.

South Africa's Chad le Clos shakes hands with Japan's Daiya Seto after winning the men's 200m butterfly final during the FINA Swimming World Cup 2012 in Dubai, October 2, 2012. REUTERS/Ahmed Jadallah (UNITED ARAB EMIRATES - Tags: SPORT SWIMMING)

Os dois principais nomes da prova na atualidade

A briga pelo topo do mundo nos 200 borboleta está entre dois nomes, Chad Le Clos e Daiya Seto.

O sul-africano tem 23 anos de idade, é campeão olímpico da prova em 2012, campeão mundial em 2013 e campeão mundial de piscina curta em 2010 e 2014.

O japonês tem 21 anos, e seu destaque na prova começou no ano passado quando primeiro venceu o BHP Billiton na Austrália com surpreendentes 1:54.82 deixando o favorito Chad Le Clos num distante segundo lugar com 1:56.45. Seto foi vice campeão mundial da prova no ano passado perdendo para Le Clos e venceu o Pan Pacífico, onde o sul-africano não participou.

Veja a prova do Pan Pacs do ano passado:

Ambos surgiram fortes nas categorias menores. Le Clos brilhou nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2009 e no ano seguinte, já brilhava com vitórias no Commonwealth Games e no Mundial de Curta. Seto, mesmo ficando de fora da equipe japonesa do Mundial Júnior de 2011 em Lima, no Perú, apareceu com destaque nas etapas da Copa do Mundo daquele ano.

Chad Le Clos já tem os recordes mundiais em piscina curta nas provas dos 100 borboleta com 48.44 e dos 200 borboleta com 1:51.56. Na piscina longa, tem o recorde da África nos 200 borboleta com os 1:52.96 da vitória olímpica e está a 28 centésimos da marca dos 100 borboleta de Jason Dunford do Quênia feita no Mundial de Roma em 2009.

Seto só tem o recorde japonês em piscina curta dos 200 borboleta com 1:48.92 feito em Doha, no Mundial de Curta quando perdeu a prova para Le Clos. Na longa, seus 1:54.08 ainda parecem distantes do 1:52.97 de Takeshi Matsuda nos Jogos de Beijing em 2008, recorde japonês e asiáico.

Seto é mais técnico, Le Clos mais competitivo. Mesmo com marcas melhores, a altura de seu borboleta na água e as constantes olhadas para o lado deixam o seu nado bastante questionável.

chadleclos-twe4pfdgm0u512177mmctjyw2 chadleclos_1n7cs46gcjg1fhu7rc00ya9v

Os dois se enfrentaram duas vezes nesta temporada. E nas duas bons duelos com marcas expressivas. Em Barcelona, na segunda etapa do Mare Nostrum, Le Clos foi melhor. Ele havia ido muito mal em Canet quando com 1:56.36 ficou de fora até do pódio. Vitória de Le Clos com 1:54.90, fazendo o segundo melhor tempo do mundo na temporada, passando atrás, mas fechando melhor que Seto que chegou em segundo com 1:55.11

Três dias depois, em Monte Carlo, na etapa final do Mare Nostrum em Monaco, nova batalha. Desta vez, Le Clos sai mais forte, mas é Seto que vence com 1:54.68 contra 1:55.47 do sul-africano. O tempo de 1:54.68 quebra o recorde do Mare Nostrum de Seto estabelecido no ano passado.

Comparando os parciais do duelo:

Barcelona –

Le Clos – 26.08, 55.39, 1:25.73, 1:54.90

Seto – 25.76, 55.24, 1:25.28, 1:55.11

Monte Carlo –

Seto – 25.80, 55.23, 1:25.03, 1:54.68

Le Clos – 25.72, 55.09, 1:26.05, 1:55.47

No ano passado, os dois só se enfrentaram em janeiro no BHP Billiton Aquatic Super Series. A principal competição da temporada para Le Clos era o Commonwealth Games que ele venceu com 1:55.07. Para Seto, foi os Jogos da Ásia que ele venceu com o melhor pessoal e tempo líder do ranking mundial com 1:54.08.

Leo de Deus

Leo de Deus

O duelo pelo ouro aparece restrito aos dois, mas a prova tem outros nomes de destaque, incluindo o brasileiro Leonardo de Deus, hoje ocupando o quarto lugar do ranking mundial da prova com os 1:55.19 feitos no Maria Lenk. Leo era o 14o do mundo em 2013 com 1:56.06 e melhorou para a sexta posição no ano passado com 1:55.28.

Masato Sakai

Masato Sakai

Outros nomes em destaque também merecem ser mencionados. O segundo japonês, Masato Sakai, mais jovem que Seto, tem 20 anos e figura em terceiro do ranking mundial com 1:55.08 feitos no Japão Open. No ano passado, era o quarto do mundo com 1:55.15 e em 2013 figurava em 26o do ranking mundial com 1:56.78. Com 1:56.82 foi prata no Mundial Júnior de Dubai em 2013.

Jan Switkowski

Jan Switkowski

Atrás de Leo de Deus no ranking mundial, o polonês Jan Switkowski figura em quinto com 1:55.23 feitos no campeonato nacional de seu país. Este foi o que mais melhorou na temporada. Nunca havia quebrado a barreira dos dois minutos até o ano passado. Filho de treinador, treina na Virginia Tech nos Estados Unidos e a partir de agosto se transfere para a Universidade da Florida.

Viktor Bromer

Viktor Bromer

O sexto do ranking é o dinamarquês Viktor Bromer que venceu o nacional de seu país com 1:55.39. Campeão europeu no ano passado com 1:55.29, Bromer lidera o ranking dinamarquês desde 2011. Sua melhora a cada ano também impressiona. Em 2011, tinha 2:02.61, ficou de fora de Londres com seu melhor em 2012 com 1:59.36, melhorou para 1:57.67 em 2013 e chegou ao título europeu em 2014 com 1:55.29.

Louis Croenen

Louis Croenen

Boa evolução também para o belga Louis Croenen. Figurando em sétimo do ranking mundial com 1:55.44 feitos no Campeonato Belga, Croenen foi vice campeão europeu no ano passado com 1:56.06. Foi o primeiro ano que se sagrou campeão nacional belga e só havia quebrado a barreira dos dois minutos no ano anterior com 1:58.21. Esteve em Londres em 2012, mas como o quarto nadador do revezamento 4×200 livre.

Bronze medallist Singapore's Joseph Isaac Schooling poses with his medal on the podium during the victory ceremony for the men's 200m butterfly swimming event during the 17th Asian Games at the Munhak Park Tae-hwan Aquatics Centre in Incheon on September 21, 2014.   AFP PHOTO / PHILIPPE LOPEZ

Joseph Schooling

Maior destaque dos Jogos do Sudoeste da Ásia, Joseph Schooling de Singapura ganhou nove medalhas de ouro e numa delas fez o 1:55.73 nos 200 borboleta, oitavo tempo do mundo na temporada. Schooling destaque na equipe de Bolles na Flórida se sagrou campeão e recordista do NCAA pela Universidade do Texas. Seus tempos indicam e comprovam, é um nadador completo: 50 livre (22.47), 100 livre (48.58), 200 livre (1:47.79), 50 borboleta (23.43), 100 borboleta (51.69), 200 borboleta (1:55.73), 200 medley (1:59.99), todos sendo recordes nacionais.

Andrew Seliskar

Andrew Seliskar

O único americano do Top 10 do mundo é Andrew Seliskar, jovem nadador de 18 anos revelado no Nations Capital Swim Club, mesmo clube de Katie Ledecky, fez os 1:55.92 no Arena Pro Swim Series de Austin, no Texas, em janeiro. A marca igualou o tempo que lhe deu o título do Pan Pacífico Júnior do ano passado e o recorde mundial júnior da prova. Veja a prova:

Quem fecha o Top 10 do mundo é o mais veterano da disputa, o húngaro Laszlo Cseh. O tempo é 1:55.95 da Eindhoven Cup para um nadador que já foi vice campeão olímpico em 2008 com 1:52.70, marca que se mantém recorde europeu até hoje.

Veja a prova que deu a prata olímpica e o recorde europeu para Cseh em Beijing:

Cseh tem investido mais no borboleta deixando o medley que lhe consagrou como um dos melhores do mundo de lado. Aos 29 anos de idade é o mais velho deste Top 10 dos 200 borboleta do mundo em 2015. Por sinal, um grupo bem jovem. O brasileiro Leo de Deus, com 24 anos é o segundo mais velho.

swim-articleLarge

Chad Le Clos tem 23, Viktor Bromer está com 22, Daiya Seto, Louis Croenen e Jan Switkowski tem 21, Masato Sakai tem 20, Joseph Schooling completou 19 anos e Andrew Seliskar, o mais jovem com 18 anos.

Uma prova em aberto, equilibrada e recheada de juventude. Kazan e o Rio 2016 prometem.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *