Fechando a série de análises dos revezamentos do Brasil para o Campeonato Mundial de Kazan chegou a vez de analisarmos o 4×100 medley. Lembrando sempre que a 12a colocação no Mundial garante a vaga automática para os Jogos Olímpicos do Rio 2016.

4×100 medley feminino
Etiene Medeiros 1:00.61 Maria Lenk 2015
Jhennifer Conceição 1:09.35 Open 2014
Daynara de Paula 58.36 Open 2014
Larissa Oliveira 54.61 Open 2014
Total agregado 4:02.93

Ranking mundial 2014
1o Austrália 3:55.49
2o Dinamarca 3:55.62
3o Suécia 3:56.04

No último Mundial Barcelona 2013
Para chegar a final 8o Alemanha 4:01.30
Brasil em 12o 4:06.91
1o Estados Unidos 3:53.23
2o Austrália 3:55.22
3o Rússia 3:56.47

Mundial 2011 Shanghai
Para chegar a final 8o Alemanha 4:00.90
Vaga olímpica 12o Espanha 4:03.98
17o Brasil 4:04.52
1o Estados Unidos 3:52.36
2o China 3:55.61
3o Austrália 3:57.13

Previsão Best Swimming:
Brasil luta pela vaga olímpica.

4×100 medley masculino
Guilherme Guido 53.73 no Open 2014
Felipe Lima 59.78 no Maria Lenk 2015
Thiago Pereira 52.27 no Open 2014
Bruno Fratus 48.57 no Open 2014
Total agregado 3:35.35

Ranking mundial 2014
1o Estados Unidos 3:29.94
2o China 3:31.37
3o Grã-Bretanha 3:31.51

No último Mundial Barcelona 2013
Para chegar a final 8o Alemanha 3:34.91
12o Brasil 3:36.31
1o França 3:31.51
2o Austrália 3:31.64
3o Japão 3:32.26

Mundial 2011 Shanghai
Para chegar a final 8o Grã-Bretanha 3:36.19
Vaga olímpica 12o Rússia 3:36.82
14o Brasil 3:36.99
1o Estados Unidos 3:32.06
2o Austrália 3:32.26
3o Alemanha 3:32.60

Previsão Best Swimming:
Brasil luta por uma vaga na final.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *