O segundo dia chuvoso do Campeonato Pan Pacífico 2014, que está sendo realizado em Gold Coast, na Austrália, contou com mais uma solitária medalha de prata no dia.

Felipe França conquistou prata nos 100m peito com 59.82, sua segunda melhor marca pessoal e a 5a. vez que nada abaixo do minuto. Pela segunda vez, Felipe sobe ao pódio em Pan Pacífico, quando em 2010 venceu os 50m peito. Esta é a 12ª medalha brasileira na história da competição (dois ouros, quatro pratas e seis bronzes).

“Me senti bem melhor agora à tarde. Depois de dois anos sem competir internacionalmente, tive uma volta muito boa. Agradeço o apoio do meu técnico (Sérgio Marques) e a toda comissão técnica, aos patrocinadores e a minha família”, disse França.

Confira a prova:

O americano Kevin Cordes protagonizou mais um momento de erro infantil (na seletiva americana, Elizabeth Beisel escorregou na largada dos 200m costas) e seu óculos caiu logo na saída da prova, o que lhe custou o ouro (era o favorito) e no fim acabou desclassificado (ao remover o óculos na virada dos 50 metros, acabou fazendo um movimento irregular dos braços). Quem venceu foi o japonês Koseki Yasuhiro com 59.62 e em 3o. lugar ficou o neozelandês Glenn Snyders com 1:00.18.

N final dos 100m livre, o mineiro Nicolas Nilo Oliveira ficou em 5º lugar, e o carioca João de Lucca em 7º, com 48.69 e 48.97, respectivamente. O vencedor foi o australiano Cameron Mcevoy, 47s82. Michael Phelps terminou em quarto, 48s51. Na final B, no entanto, Marcelo Chierighini marcou 48.68.

Na versão feminina da prova, a gaúcha Graciele Herrmann fez o melhor tempo de sua carreira e quebrou a barreira dos 55 segundos, com 54.94. Seu melhor tempo até então era de 55.04, feitos no Torneio Open do ano passado, em sua estado natal, Rio Grande do Sul (ela nasceu em Pelotas).

“Hoje arrisquei uma passada mais forte, e me dei bem, voltei com tudo. Também nadei com raiva, com mais gana, por ter feito uma passagem fraca nas eliminatórias da manhã”.

Na final B dos 100m peito, Ana Carla Carvalho chegou em sexto, 14º tempo no geral (1:10.00), melhor tempo do Brasil no ano e sua 3a. melhor marca pessoal. No masculino, João Gomes Junior e Tales Cerdeira ficaram em 10º e 12º lugar, com 1:00.99 e 1:02.44.

(com informações da Assessoria de Imprensa da CBDA)

2 respostas
  1. LOZP
    LOZP says:

    bons os tempos dos brasileiros nos 100 livre, definitivamente precisamos de 2 nadando pra 47 medio e 2 pra 48 baixo pra termos um rev competitivo.

    excelente a melhora de tempo da graciele, torcendo pra ela continuar evoluindo pra quem sabe chegar a um 53 ate rio 16.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *