A contagem regressiva já começou e os russos celebraram na semana passada os últimos 365 dias que faltam para o 16o Campeonato Mundial dos Esportes Aquáticos que acontecerão na cidade de Kazan, capital da República do Tatarstão. Uma região rica e bela localizada na Rússia européia banhada pelos rios Volga e Kazanka.

Kazan ganhou o título de “Capital do Esporte” na Rússia em 2009 e foi sede das Universíades no ano passado, além de ter recebido o Mundial de Esgrima na semana passada e agora em agosto vai ter uma das etapas da Copa do Mundo de High Diving da FINA.

O Mundial dos Esportes Aquáticos do ano que vem vem recheado de novidades para uma cidade que foi até reconhecida pela UNESCO onde cristãos e muçulmanos vivem em completa harmonia. Estas características de beleza e principalmente harmonia confirmaram Kazan como sede para a Copa das Confederações de 2017 e uma das sedes para a Copa do Mundo de 2018.

Logo oficial do Mundial 2015.

Logo oficial do Mundial 2015.

Uma das grandes novidades que o Mundial de Kazan de 2015 vai trazer é a primeira vez que a sede será responsável tanto pelo Mundial dos Esportes Aquáticos que está marcado de 24 de julho a 9 de agosto e no mesmo dia do encerramento, inicia o Mundial Masters que vai até o dia 16 de agosto. Este final de semana, em Montreal, no Canadá, acontece o último Mundial Masters não associado ao Mundial dos Esportes Aquáticos.

A mudança vai dar mais condições financeiras para as sedes facilitando o trabalho de logística e organização. Kazan será a primeira sede a experimentar isso.

Logo oficial do Mundial Masters 2015.

Logo oficial do Mundial Masters 2015.

Outra das novidades que o Mundial dos Esportes Aquáticos de 2015 nos traz é a realização da competição em um estádio de futebol. Isso mesmo, depois de termos piscinas temporárias construídas na praia (Mundial de Curta de 1995 no Rio), num ginásio de hóquei sobre o gelo (Mundial de Curta de 1997 em Gotemburgo na Suécia), no ginásio de basquete do Indiana Pacers (Mundial de Curta de 2004 em Indianápolis, Estados Unidos), no tradicional estádio de tênis Rod Laver Arena (Mundial dos Esportes Aquáticos de 2007), e na famosa arena multiuso Palau Sant Jordi (Mundial dos Esportes Aquáticos de 2003 e 2013), é a vez de um estádio de futebol ser transformado em piscina.

Projeto da Kazan Arena.

Projeto da Kazan Arena.

Kazan Arena foi construída para a Universíades do ano passado e é o estádio de futebol do principal clube da região, o Rubin Kazan que teve entre os principais jogadores da sua história o brasileiro Roni, ex-integrante da Seleção Brasileira e que atuou três temporadas por lá.

Com capacidade para 45 mil pessoas, a Kazan Arena vai se transformar no maior palco que um Mundial já recebeu. Os detalhes ainda não foram totalmente divulgados, mas desde o processo de candidatura de Kazan esta opção já estava incluída.

Kazan foi eleita contra Guadalajara do México (que ganhou o Mundial de 2017), Hong Kong, Guanghzou na China e Montreal no Canadá. As duas últimas acabaram retirando suas candidaturas antes do processo de votação.

Mascotes Itil e Alsou.

Mascotes Itil e Alsou.

Nas regras, o Mundial de Kazan também traz novidades. O implemento para a saída de costas aprovado na Assembléia do Mundial de Barcelona no ano passado e que vai ser experimentado durante a Copa do Mundo deste ano já vai estar plenamente em uso. Os revezamentos mistos 4×100 livre e 4×100 medley serão disputados pela primeira vez, coisa que deve alterar o programa de provas, ainda não divulgado.

A data da competição já foi ajustada. Juntamente com a ODEPA, FINA e o comitê organizador do Mundial 2015 anteciparam por alguns dias a competição afim de não prejudicar os atletas participantes dos Jogos Pan Americanos de Toronto que serão realizados de 10 a 26 de julho.

Kazan Aquatics Palace.

Kazan Aquatics Palace.

A estrutura que está sendo montada para receber as duas competições é ímpar. Além da Kazan Arena que vai ter reduzida a sua capacidade de 45 mil pessoas para 12 mil pessoas afim de acomodar as duas piscinas de 50 metros e o teto temporário, o Aquatics Palace utilizado na Universíades do ano passado receberá as competições de saltos ornamentais, nado sincronizado e as finais do polo aquático. Sede dos principais campeonatos russos dos dois últimos anos, o local tem capacidade para 4.200 espectadores.

As águas abertas acontecerão na raia de remo, mesmo local utilizado para a prova das Universíades do ano passado. O local pega uma das pontas do Lago Sredniy Kaban e tem um estádio para 3.260 pessoas sentadas.

Afim de dar uma boa condição tanto para os participantes do Mundial dos Esportes Aquáticos e do Mundial Masters, outras seis piscinas na região serão destinadas aos treinamentos antes, durante e após as competições.

pic07

Para celebrar o ano que falta para o Mundial 2015, os organizadores promoveram um grande evento na semana passada. Um gigante painel foi pintado no chão, quase como um jornal com detalhes e informações do evento. O painel foi pintado no chão coberto com uma lamina protetora e com uma placa de acrílico transparente. Assim os residentes e turistas poderão caminhar sobre o mesmo sem danificá-lo.

Na próxima semana, na véspera do início da Copa do Mundo de High Diving um concerto musical irá celebrar o ano que falta para o Mundial e onde serão anunciados os nomes dos embaixadores da competição.

pic10

Os critérios de qualificação da FINA para o Mundial de 2015 podem ser conferidos aqui:
http://www.fina.org/H2O/index.php?option=com_content&view=article&id=4366&Itemid=1616

A CBDA ainda não divulgou os critérios para a Seleção Brasileira.

Site oficial do Mundial 2015:

http://kazan2015.com

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *