Bn3tlSQCMAAblH3

Bruno Fratus perdeu a prova na saída e na chegada para Josh Schneider e ainda teve Thiago Pereira vencendo a final B dos 200 borboleta. Confira o que aconteceu no terceiro dia do Grand Prix de Charlotte prova a prova:

200 borboleta feminino –
Terceira vitória de Katinka Hosszu e parecido com os 400 medley foi fácil e de ponta a ponta. Foi a primeira das três provas de hoje vencenoc om 2:09:66, e segundo ela, se controlando. O tempo coloca ela em 16o no ranking mundial de 2014. Lembrando que a sua melhor marca é 2:04:67 do Mundial de Barcelona no ano passado, medalha de bronze.
Seus parciais foram 28:81, 1:01:75 (32:94), 1:35:47 (33:72) e 2:09:72 (34:19).
Becca Mann chegou quase dois segundos atrás para o segundo lugar com 2:11:61 e Kate Mills completou o pódio com 2:12:95.
A canadense Katerine Savard, campeã dos 100 borboleta ontem, bobeou nas eliminatórias e caiu na final B onde venceu com 2:10:91, teria sido segundo colocada na prova.

200 borboleta masculino –
Andrew Seliskar de 17 anos já tinha ganho a sua primeira medalha de Grand Prix ontem quando foi bronze nos 400 medley. Hoje, ele foi mais longe, sendo campeão pela primeira vez.
Dylan Bosch, o sul-africano campeão e recordista do NCAA, liderava a prova desde o início mas não conseguiu conter o ataque final de Seliskar que estava um segundo atrás nos primeiros 100 metros.
Seliskar venceu com 1:57:40 com os seguintes parciais:
26:49, 57:34 (30:85), 1:26:83 (29:49) e 1:57:40 (30:57).
Seliskar venceu, Bosch em segundo com 1:58:34 e Thomas Luchsinger em terceiro com 1:58:77.
Thiago Pereira venceu a final B com 1:59:73 baixando mais de três segundos do que havia feito nas eliminatórias. Thiago continua sem produzir bem nas provas da manhã. Seus parciais foram: 26:17, 56:82 (30:65), 1:27:14 (30:32) e 1:59:73 (32:59). Se tivesse nadado a final A, Thiago teria ficado em quinto lugar.
No Maria Lenk, há três semanas, Thiago nadou os 200 borboleta apenas na eliminatória para 1:58:80.
Tivemos outro brazuca, Luke Torres em 59o lugar com 2:11:37.

50 livre feminino –
Boa prova de Arianna Vanderpool nadadora de Bahamas e que treina em Charlotte sob o comando de David Marsh. Venceu com 24:65, apenas um centésimo acima da sua melhor marca pessoal e recorde de Bahamas. O tempo lhe colocou em oitavo no ranking mundial.
Madison Kennedy, sua companheira de SwimMac, ficou ems egundo com 24:78 e Jessica Hardy num distante terceiro lugar 25:46.

50 livre masculino –
A saída de Josh Schneider matou o nosso Bruno Fratus. A diferença no início de nado era o grande, e mesmo tirando durante a prova, ainda teve a chegada não perfeita,  foi o suficiente. Venceu o americano com 22:17 com Bruno em segundo com 22:27. O grego campeão do NCAA deste ano Kristian Gkolo chegou em terciero com 22:38. Aliás, o quarto lugar Anthony Ervin com 22:49 e o quinto Cullen Jones bem como o campeão Josh Schneider, todos já foram campeões dos 50 livre no NCAA. Ou seja, dos cinco primeiros colocados, apenas Bruno Fratus nunca teve a experiência da natação universitária americana.
Bruno nadava em busca do 21 que não veio. Em sua carreira, ele já rompeu a barreira dos 22 um total de 21 vezes. A melhor marca é o 21:45 feito no Maria Lenk.
Em 2014, este foi o oitavo 50 livre de Bruno Fratus e os 22:27 junto com os 22:60 feitos na eliminatória são as duas piores marcas deste ano. É o reflexo do pós-polimento e volta a carga, algo normal para a temporada, mas para quem conhece Bruno Fratus sabe que ele não ficou satisfeito.
André Brasil, outro brazuca na prova, ficou em 69o lugar com 24:55.

100 costas feminino –

Katinka e seu coach/marido Shane Tusup.

Katinka e seu coach/marido Shane Tusup.

Quarta vitória de Katinka Hosszu no GP de Charlotte, a segunda da noite. Nas eliminatórias ela já havia feito o oitavo tempo do mundo com 59:94. Na final, ainda melhor, 59:64, quarto tempo do mundo e apenas 24 centésimos acima do seu recorde húngaro. E a vitória foi com quase dois segundos de vantagem sobre a segunda colocada. A briga só aconteceu nos primeiros 50 metros, onde Katinka passou em segundo com 29:38 contra 29:34 de Kathleen Baker. Porém, a volta de Katinka com 30:26 foi impressionante para os 59:64.
Baker chegou ems egundo com 1:01:39 e Ali Deloof em terceiro com 1:01:83.
A colombiana Carolina Colorado ficou em quinto lugar com 1:02:07.

100 costas masculino –
O “sem pátria” Arkady Vyatchnin venceu uma bela disputa com o americano David Plummer 53:81 contra 53:86. As marcas são 9o e 10o tempo do mundo em 2014. Vyatchnin passou atrás de Plummer 26:12 contra 26:06, mas voltou melhor 27:69 x 27:80.
O japonês Junya Koga foi terceiro lugar com 54:93.
O colombiano Omar Pinzon fez a sua primeira final A chegando em sétimo lugar com 55:50. Albert Subirats da Venezuela, campeão e recordista do Odesur, ficou em 12o lugar com 56:05.
Yannick Agnel nadou apenas as eliminatórias em 18o lugar com 57:71.
O brazuca Caio Batista foi 65o lugar com 1:01:09.

400 livre feminino –
Katinka até tentou, era a terceira prova da húngara que esteve na disputa até a metade, mas os últimos 150 metros lhe tiraram do segundo para o oitavo lugar na série.
Allison Schmitt venceu a primeira marcando 4:08:65 depois de passar os primeiros 200 metros com 2:04:16. Gillian Ryan, sua companheira de North Baltimore, chegou em segundo com 4:09:10 e Leah Smith em terceiro com 4:09:13.
A dinamarquesa Lotte Friis foi quarta colocada com 4:10:02 e Katinka Hosszu em oitavo com 4:12:86. Nas eliminatórias Hosszu havia nadado 4:10:56, mas na sua sexta prova do dia, o cansaço veio com tudo.
A venezuelana Andreina Pinto, recordista sul-americana da prova, ficou em 10o lugar com 4:13:50.

400 livre masculino –
Duas estratégias diferentes para os 400 livre masculino. E foi uma briga entre dois Conors. Conor Dwyer (com um N) saiu na frente e forte. Abriu com 54:84 e 1:52:97. O outro Connor Jaeger (com dois N) passou mais tranquilo com 56:94 e 1:55:66. Entretanto, a prova mudou de curso na altura dos 300 metros. Jaeger atacou e tomou a frente. Acabou vencendo nadando negativo com 3:48:89, 17o tempo do mundo, deixando Conor Dwyer em segundo com 3:50:23 e Michael Klueh em terceiro com 3:52:40.
Comparando os parciais dos dois primeiros colocados:
Connor Jaeger 27:08, 56:94, 1:55:66, 2:53:00, 3:48:89
Conor Dwyer 26:21, 54:84, 1:52:97, 2:51:96, 3:50:23
Matt McLean bobeou na elimintória nadando para 3:59:97. Na final B, venceu com 3:51:49, teria sido terceiro colocado.
O brazuca Caio Batista ficou em 53o lugar com 4:11:25.

200 peito feminino –
Micah Lawrence, depois de fazer boas provas nos 50 e 100 peito, chegou a sua vez. Venceu fácil com 2:24:68, 11o tempo do mundo. Ela liderou de ponta a ponta e sem chances para adversárias que chegaram quase quatro segundos depois.
Seus parciais: 33:04, 1:10:32 (37:28), 1:47:03 (36:71) e 2:24:68 (37:65).
Melanie Margalis chegou em segundo com 2:28:39 e Emily McClellan em terceiro com 2:29:12.

200 peito masculino –
Vitória de Anton McKee da Islândia com 2:13:06. Mike Alexandrov chegou em segundo com 2:13:92 e Chase Kalisz na sua segunda prova do dia (a primeira foi os 200 borboleta 4o lugar) com 2:14:34.
O brazuca Gabriel Fidélis ficou em 13o lugar com 2:19:85.
Parciais de Gabriel: 32:55, 1:08:31 (35:76), 1:44:16 (35:85) e 2:19:85 (35:69).
Outro brazuca, Felipe Oliveira foi 84o lugar com 2:40:50.

50 borboleta feminino –
Segunda vitória para Arianna Vanderpool de Bahamas, agora quebrando o recorde nacional de seu país que ela já havia quebrado na eliminatória com 26:46. Kelsi Worrell chegou em segundo lugar com 26:56 e Kristel Vourna em terceiro com 26:64.
A colombiana Carolina Colorado ficou em oitavo lugar com 27:65.

50 borboleta masculino –
Para encerrar o dia, vitória sul-americana com o venezuelano Albert Subirats com 24:00. Em segundo chegou Joseph Schooling de Singapura com 24:11 e em terceiro o grego Kristian Gkolo 24:15.
O brasileiro Luke Torres foi 40o lugar com 26:24 e André Brasil em 63o lugar com 26:84.

Resultados completos do GP de Charlotte:

http://charlotteultraswim.com/results14/index.htm

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *