Imagem da piscina do YMCA finais do segundo dia.

Imagem da piscina do YMCA finais do segundo dia.

Aconteceu de novo! Bruno Fratus bateu César Cielo nos 50 livre na final do Grand Prix de Orlando na Flórida, Estados Unidos, repetindo o que havia feito nas eliminatórias do Open quando nadaram lado a lado em Porto Alegre. Confira os destaques do dia e os resultados dos brazucas:

200 borboleta feminino –

Katinka Hosszu só passou os primeiros 50 metros atrás, mas assumiu logo em seguida e venceu com 2:08:47, exatamente um segundo a frente da canadense Audrey Lacroix. Outra canadense, Katerine Savard ficou em terceiro com 2:10:94.

Dois bons resultados das venezuelanos que estarão no ODESUR. Isabela Paez ficou em sexto lugar com 2:14:99 e Andreina Pinto venceu a final B com 2:12:62.

200 borboleta masculino –

Excelente prova disputada até o final com os três primeiros colocados na casa dos 1:59. Segunda vitória na competição para o húngaro David Verraszto com 1:59:59 seguido de Tyler Clary com 1:59:63 e Joseph Schooling 1:59:65.

O brazuca Luiz Pedro Pereira chegou em sexto lugar com 2:04:84, sua melhor marca em temporada.

50 livre feminino –

Prova acirrada também. Apenas cinco décimos separaram as oito finalistas. Vitória de Ariana Vanderpool Wallace de Bahamas com 25:55. Amanda Kendall em segundo com 25:68 e a canadense San Mainville em terceiro com 25:72.

A brazuca Fernanda Delgado era a mais jovem da final, 15 anos, e nadou para 26:02 terminando na sétima colocação.

50 livre masculino –

A final mais esperada do dia, e deu Bruno Fratus com 22:00 batendo César Cielo 22:15. Os tempos foram respectivamente terceiro e quarto do mundo em 2014. Foi a terceira vez que Bruno Fratus conseguiu vencer César Cielo em confrontos diretos.

Jimmy Feigen chegou em terceiro lugar com 22:48.

Na final C, Thjago Sickert ficou em 20o lugar com 23:65.

100 costas feminino –

Com as três primeiras colocadas na casa do 1:01, venceu a britânica Liz Simmonds com 1:01:26, Katinka Hosszu em segundo com 1:01:55 e Fernanda Gonzalez do México com terceiro com 1:01:80.

100 costas masculino –

Vitória fácil do ex-russo ainda sem nacionalidade Arkady Vyatchanin com 54:07. O japonês Junya Koga chegou em segundo com 55:64 e o alemão Yannick Lebherz em terceiro com 55:96. Na final C, Fábio Guimarães ficou em 21o lugar com 59:68 e Arthur Peres Rodrigues em 22o  com 1:00:27.

400 livre feminino –

Depois de vencer os 200 borboleta, segunda derrota de Katinka Hosszu. Chloe Sutton venceu com 4:10:11 contra 4:10:50 da húngara. Courtney Harnish chegou em um distante terceiro lugar 4:12:41.

A brazuca Melissa Marinheiro chegou em 11o lugar com 4:20:69.

400 livre masculino –

Quinto tempo do mundo e uma vitória fácil de quase seis segundos de vantagem para o canadense Ryan Cochrane com 3:49:83. Michael McBroom chegou em segundo com 3:55:14 e o mexicano Alejos Olivera em terceiro com 3:55:73.

O brazuca Marcos Hosfeld ficou em 24o com 4:10:23 depois de ter nadado para 4:07:65 nas eliminatórias.

200 peito feminino –

Micah Lawrence venceu com 2:25:97, Laura Sogar em segundo com 2:28:32 e a jamaicana Alia Atkinson em terceiro com 2:28:34.

Beatriz Travalon ficou na 18a colocação com 2:42:30.

200 peito masculino –

Felipe Lima saiu na frente, passou os primeiros 50 e 100 metros em rpiemiro, caiu para segundo nos 150 mas acabou fora do pódio, quarto lugar com 2:16:48. Um tempo bem expressivo para a época, mas sentiu bastante o final com 36:76 nos últimos 50 metros.

Vitória de Sean Mahoney com 2:14:03, Carabal Alvarez da Espanha em segundo com 2:14:57 e o americano Mike Alexandrov em terceiro com 2:15:29.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *