Bela briga e muitos títulos para decidir. Carolina Bilich do Minas levou o título de melhor nadador júnior do Brasil batendo Natália de Luccas do Corinthians.

Carolina Bilich, melhor índice técnico juvenil B

Carolina começou o ano com uma campanha memorável no Sul-Americano Juvenil no Chile. Venceu as provas de 200, 400 e 800 livre e ainda levou o Troféu Siñor del Sipán, como melhor nadadora da competição. Dias depois, ela estava na equipe que participava do Sul-Americano nas águas abertas. Venceu tudo novamente e levou o segundo Troféu Siñor del Sipán, se tornando a primeira na história a vencer o mesmo nas duas modalidades.

Na categoria júnior, Carolina foi campeã de inverno nas quatro provas que disputou e mais três no verão. Somados a isso cinco recordes de campeonato, dois troféus de índice técnico e dois de eficiência.

trofeuA nível absoluto, foi campeã pela primeira vez levando o título dos 400 livre no Maria Lenk. Depois vice nos 400 e 800 livre no Finkel e terminando a temporada com um título nos 400 e dois vices nos 800 e 1500 livre.

Carolina Bilich é nome certo na disputa de uma vaga olímpica para 2016 e esteve no seu primeiro Mundial em Barcelona como integrante da equipe de revezamento 4 x 200 livre.

Também foram votadas pela ordem de votos recebidos: Natália de Luccas do Corinthians, Carolina Bergamaschi do Minas, Bianca Avella do Corinthians e Pamela Alencar Souza do Corinthians.

1 responder
  1. Godoi
    Godoi says:

    Parabéns a Carolina , Mas sinceramente acho que por um ano mais consistente esse premio deveria ser de Natalia de Luccas do Corinthians!
    Ela teve um ano brilhante e finalizou-o muito bem com um recorde sul-americano ainda na categoria júnior!

    Responder

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *