Ministro Aldo Rebelo com os melhores de 2013.

Ministro Aldo Rebelo com os melhores de 2013.

Poliana Okimoto e o iatista Jorge Zarif foram anunciados como os vencedores do Prêmio Brasil Olímpico 2013, a premiação mais importante do esporte brasileiro em bela festa realizada em São Paulo no Teatro Bradesco. Vanessa Ritchie e Gustavo Borges foram os anfitriões anunciando os nomes de todos os atletas vencedores por modalidades além dos melhores treinadores do país na atual temporada. A emoção ficou ainda maior com a reunião e homenagem aos medalhistas brasileiros dos Jogos Pan Americanos de 1963. O anúncio dos melhores atletas Poliana e Zarif fechou o evento que reuniu centenas de desportistas e convidados.

Poliana concorria pela segunda vez ao Prêmio. Na primeira, em 2009 foi derrotada pela judoca Sarah Menezes, então um resultado um tanto contestado pelo fato da judoca ser campeã mundial júnior. Agora, a vitória foi sobre Rafaela Silva primeira campeã mundial do judô da história do Brasil e a pentatleta Yane Marques que foi vice campeã mundial da sua modalidade.

Ao receber seu prêmio, Poliana não escondeu que fez campanha para a conquista, como revelou querer muito este título. O agradecimento ao seu marido e treinador foi a parte mais emocionante do seu discurso.

Se Poliana era favorita para levar no feminino, Jorge Zarif foi a zebra do masculino. O jovem iatista de 21 anos teve uma temporada toda surpreendente. Primeiro foi campeão mundial júnior, depois campeão mundial absoluto. Fechou sendo o melhor atleta do Brasil contra dois monstros sagrados, dois campeões olímpicos que brilharam e muito em 2013: César Cielo e Arthur Zanetti.

O Brasil comemora uma grande temporada colecionando 26 medalhas em campeonatos mundiais, algo inédito em nossa história e Poliana e Zarif são os atletas deste ano tão expressivo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *