Foto sport1.nl

Foto sport1.nl

O mais conhecido e destacado treinador de natação da Holanda foi anunciado como novo Head Coach da Seleção Australiana até 2016. Jacco Verhaeren de 44 anos, já havia deixado a borda das piscinas ao final dos Jogos Olímpicos de Londres quando assumiu a Direção Técnica da Holanda. O contrato era até o Rio 2016, mas a oportunidade e principalmente a questão financeira foram determinantes para Verhaeren aceitar o novo cargo.

Foi o próprio Presidente da Federação Australiana John Bertrand que assumiu o cargo há poucos meses a fazer o anúncio oficial. Os australianos estavam sem Head Coach desde a demissão de Leigh Nugent em março passado. Para Barcelona, Michael Bohl e Rohan Taylor dirigiram a Seleção de forma provisória.

Jacco Verhaeren tem sido responsável pelos grandes resultados da natação holandesa nos últimos anos tendo sido treinador de Peter van den Hoogenband, Inge de Bruin, Marleen Veldhuis, Ranomi Kromowidjojo entre outros. Foi cinco vezes treinador olímpico pela Holanda e há sete anos era o Head Coach do país.

Com o seu prêmio de Coach da década na Holanda.

Com o seu prêmio de Coach da década na Holanda.

O anúncio foi recebido com destaque na imprensa australiana, alguns de forma bem positiva outros nem tanto. Os australianos tiveram um momento muito ruim com a campanha de Londres no ano passado e principalmente os problemas disciplinares dentro do selecionado nacional “forçou” a Federação Australiana ir buscar uma solução no exterior. Entre os nomes contactados e que recusaram o emprego está o do americano Gregg Troy.

De outro lado, existe uma corrente que não aceita a vinda de um profissional estrangeiro contestando a qualidade da natação holandesa comparada com a australiana. Na imprensa, ainda se destacou que diversos treinadores estrangeiros falharam na Austrália em diferentes esportes pela falta de adaptação e conhecimento da realidade local.

No futebol, o holandês Guus Hiddink falhou em levar o time a Copa do Mundo de 2006 e foi demitido logo após a campanha. Este ano, dois treinadores nacionais estrangeiros também perderam seus empregos e o motivo foi o mesmo. O sul-africano Mickey Arthurs que dirigia a seleção nacional de criquete e o neo-zelandês Robbie Deans que perdeu o emprego de técnico nacional da equipe de rúgby.

Confira como foi o anúncio da contratação de Jacco Verhaeren na imprensa australiana.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *