O 53o. Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu Maria Lenk – chegou ao fim com uma seleção brasileira para o Campeonato Mundial de Barcelona quase definida, e aliás com uma vaga disputada e indefinida. Minas Tênis Clube, patrocinado pela Fiat, é o campeão da competição pela 9a. vez na história do Campeonato. O vice-campeão é o Esporte Clube Pinheiros e o Sport Club Corinthians Paulista ficou com o 3o. lugar na pontuação geral.

A primeira prova das últimas finais começou com a vitória esperada da holandesa Frederick Heemskerk, com 54.52, tempo abaixo do recorde sul-americano de Tatiana Lemos (54.72), seguida de Daynara de Paula (repetindo a posição do ano passado, mas melhorando 37 centésimos no tempo) com 55.27 e de Alessandra Marchioro, vice nos 50m livre, com 55.51. Com a vitória, Frederick fechou a competição como – disparada – a atleta que mais pontuou, com 235 pontos, nadando apenas 3 provas (duas com bonificação de 70 pontos por nadar abaixo do recorde sul-americano). Nos últimos 11 anos, 5 vitórias foram para estrangeiras contratadas por clubes brasileiros. Para a definição do revezamento, a situação após o Maria Lenk é a seguinte:

1 DAYNARA L FERREIRA PAULA 1989 CORREIOS SESI-SP 55.27(F) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO
2 ALESSANDRA MARCHIORO 1993 BFR 55.51(F) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO
3 LARISSA MARTINS OLIVEIRA 1993 SUPLEMENTOS PINHEIROS 55.70(F) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO
4 GRACIELE HERMANN 1992 CORREIOS GNU 55.79(E) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO
5 TATIANA LEMOS DE LIMA 1978 UNISANTA 56.14(E) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO
6 JESSICA BRUIN CAVALHEIRO 1991 SESI-SP 56.23(E) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO

A veterana Tatiana Lemos de Lima, aos 35 anos, está num difícil páreo por mais um Campeonato Mundial, o 4o. de sua carreira, em piscina longa.

No masculino, uma ótima surpresa, um excelente imprevisto e uma solução obtida em última hora. A ótima supresa é o tempo número 2 do ranking mundial para Marcelo Chierighini, que venceu na final com 48.11,  melhorando nada menos que 68 centésimos de sua melhor marca há um ano atrás. Ano passado, o paulista ficou em 2o., atrás de César Cielo e foi ali que os olhos mundiais começaram a focar o atleta. O excelente imprevisto é o empate em 2o. lugar com Nicolas Oliveira, que até às eliminatórias era o número 1 da prova individual para Barcelona, e Fernando Ernesto Santos, campeão dos 200m livre, ambos com 48.72, índice para o Mundial. A solução de última hora foi arrumada pelo supervisor técnico da CBDA, Ricardo de Moura, que segundo informações da televisão, conversou com os técnicos dos atletas e decidiram adiar o desempate desta prova para o Campeonato Brasileiro Junior e Sênior de Inverno, que começa dia 15 de maio, em Curitiba. Confira como está a briga por uma vaga no revezamento 4x100m livre:

1 MARCELO CHIERIGHINI 1991 CORREIOS PINHEIROS 48.11(F) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO
2 FERNANDO ERNESTO PIRES DO 1988 CORINTHIANS/ABD 48.72(F) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO
2 NICOLAS NILO OLIVEIRA 1987 CORREIOS FIAT/MINAS 48.72(F) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO
3 BRUNO FRATUS 1989 ECP/SP 49.13R(F) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO
4 VINICIUS ROCHA WAKED 1987 FFC/RJ 49.34(E) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO
5 JOAO B DE LUCCA 1990 OBS CBDA 49.46(E) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO
6 NICHOLAS A D DOS SANTOS 1980 CORREIOS UNISANTA 49.64(F) 22/04/2013 CAMPEONATO BRASILEIRO ABSOLUTO

A dúvida pairou sobre César Cielo, que não competiu a prova e também declarou que não irá a Curitiba. Dessa forma, se for obedecido os critérios, ele está fora do revezamento brasileiro.

A dupla de medley, Thiago Pereira e Henrique Rodrigues, estavam classificados nas finais, mas desistiram.

Só faltou mesmo a vitória nos 200m peito para coroar a ótima fase da paulista Beatriz Travalon, que venceu os 50m peito com 31.30, seguida da campeã do ano passado, Ana Carla Carvalho com 31.74 e da veterana Juliana Marin, campeã em 2 edições anteriores, 2006 e 2003, com 32.01. A paranaense Alessandra Marchioro mal saiu do pódio da prova dos 100m livre e já entrou n’água para terminar em 6o. nesta prova, que em 2009 a revelou ao Brasil quando venceu o Torneio Open. Com o índice para o Mundial de 30.68, as provas de peito feminino terminam com nenhuma brasileira representando a modalidade em Barcelona, mas deu um suspiro por mostrar que tem atletas nadando não muito distantes da marca exigida.

A prova masculina foi reflexo da feminina: o campeão dos 100m, o capixaba João Luiz Gomes Junior também venceu os 50m com a marca número 1 do ano até o momento, com 27.20 (lembrando que ontem começou o Campeonato Australiano). Foi uma vitória com bem mais distância do que o duelo que fez com Felipe Lima, segundo colocado com 27.76. O campeão mundial de 2011 e dominante nos últimos 5 anos, Felipe França terminou em 3o. com 27.78. Os dois primeiros saem contentes do Parque Aquático Maria Lenk, com índices e com novas melhores marcas pessoais.

Joanna Maranhão conseguiu seu melhor resultado em anos. Fez uma excelente competição, ganhou tudo que nadou. Em 2010, no Maria Lenk, venceu 3 provas das 4 que disputou. Houve, claro, outras competições em que ela venceu 4 provas, mas não em Maria Lenk. Nos 200m costas, venceu sem adversárias com 2:13.42, sua melhor marca pessoal. Outra que melhorou foi a vice-campeã da prova, Thalandra Borges, com 2:16.60, seguida de Isabela Silva, com 2:17.44. Com 4 representantes na prova, o Corinthians conseguiu 89 pontos, mas nos 50m peito masculino, por exemplo, o Pinheiros conquistou 110 pontos, com 5 na final, apenas um exemplo de como o clube ampliou bem sua vantagem em cima do Corinthians nos dois últimos dias. Natalia de Luccas lutou bravamente, mas o índice para o Mundial Júnior de Dubai não saiu. Ainda. Marcou 2:17.53, o que lhe deu o 4o. lugar na prova. O índice é de 2:16.92.

Na derradeira prova individual, apesar do segundo melhor tempo de sua vida e bicampeonato, 1:57.77 (ele tem 1:57.38 do último Troféu Maria Lenk), durante a entrevista após a prova mostrou-se um pouco decepcionado com a marca, ainda que ele obteve o índice para o Mundial. Pareceu que o objetivo do atleta era algum dos recordes. Saindo “no gás” na raia 1, Fábio Santi surpreendeu a todos com o vice-campeonato nessa prova (ele ficou em 3o. nos 100m costas), 2:00.01, melhorando em 1s78 da sua melhor marca que vinha desde agosto de 2011. Em 3o., repetindo a colocação do ano passado, o gigante Leonardo Santos Fim com 2:01.96. Mas quem comemorou muito mesmo foi o Luiz Souza Vieira, do Pinheiros, que além de ter ficado em 4o. lugar com 2:03.04 aos 18 anos, conseguiu nadar abaixo do índice do Mundial de Dubai, juntando-se a Gustavo Louzada no rol de atletas com índice para esta prova. Assim como a seleção definitiva de Barcelona só será decidida no término do Brasileiro Junior, o mesmo acontece com o pessoal junior.

Nos revezamentos 4x100m medley, o feminino reservou uma derrota do favoritismo da Minas Tênis Clube, que mesmo com as duas holandesas não resistiu ao ataque do Esporte Clube Pinheiros, com Natalia Diniz, Beatriz Travalon, Daniele Jesus e Larissa Oliveira. O maior crédito da equipe, que fez a diferença pró-Pinheiros foi sem dúvida por parte de Beatriz Travalon e Larissa Oliveira, que juntas abriram uma vantagem de equipe mineira que depois não conseguiu tirar a diferença que chegou a quase 2 segundos de vantagem.

E a história se repetiu no masculino, mas aqui o favoritismo era mais do que esperado: Guilherme Guido, vice-campeão dos 100m costas, abriu, seguido do campeão dos 100m peito, João Luiz Gomes Junior, do campeão dos 200m medley, Henrique Rodrigues, e o campeão dos 100m livre (demonstrando estar bem cansado) Marcelo Chierighini deram a última vitória da competição para a equipe paulista vice-campeã na pontuação geral, com 3:37.14 contra 3:39.75 da equipe do Minas Tênis. Na parcial do livre, novo duelo entre Fernando Ernesto Santos e Nicholas Nilo de Oliveira.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *