Autor • Alex Pussieldi
Fonte • Best Swimming

 

Em 2012, estou completando 42 anos de natação. Ainda lembro das primeiras braçadas que dei na piscina do Grêmio Náutico União em Porto Alegre sob a orientação do meu primeiro professor, o já falecido Deomar. Nestes anos todos, tive a oportunidade de passar por quase todas as esferas deste esporte. Fui atleta, árbitro, treinador, trabalhei na mídia, sou dono de equipe. Só não fui dirigente.

 

Tenho de ser sincero e dizer que nunca passei pela tensão que este 2012 nos guardou. A preparação olímpica é extremamente desgastante e requer um estado de controle um tanto diferente das outras temporadas. Na verdade, o ano olímpico é apenas o fim de um ciclo olímpico, onde todas as pessoas envolvidas neste processo já vem se dedicando e se preparando para este momento.

 

Entretanto, quando chega o tal "ano olímpico", parece que tudo fica mais rápido, mais tenso, mais difícil de ser administrado. Já havia vivenciado a preparação e a disputa de duas Olimpíadas (2004 em Atenas com um nadador e 2008 com quatro), mas nada se compara a este 2012. Agora, vivenciei todo ciclo olímpico. O planejamento, a execução e por fim a finalização.

 

Os atletas verdadeiros artistas deste espetáculo, são expostos a uma situação onde o sucesso e o fracasso são divididos por uma linha quase que invisível. Os detalhes que separam esta condição de brilhar ou fracassar contam demais em todo este processo. Para estar pronto para esta situação uma preparação específica é determinante.

 

Mais que isso, a preparação física e preparação técnica jamais serão perfeitas se não acontecer a preparação psicológica. E nessa, tudo está envolvido. O ambiente, a família, a equipe, e todo o trabalho.

 

O ciclo olímpico todo foi voltado para chegarmos a este momento e esta condição reforçados suficientemente para enfrentar a todas as dificuldades, dúvidas e incertezas. Agora é a hora de colocarmos em ação tudo o que foi planejado.

 

Chegar a este momento, antes mesmo da disputa, por incrível que pareça, já é uma conquista. Quero nas vésperas do início do Troféu Maria Lenk 2012, a Seletiva Olímpica do Brasil desejar a todos os atletas pré-olímpicos uma excelente competição e um parabéns orgulhoso de fazer parte de mais este ciclo olímpico.

 

Sucesso Brasil!  

 

ALEX PUSSIELDI, Editor chefe da Best Swimming Inc. 

0 respostas
  1. rogerio carneiro
    rogerio carneiro says:

    muito feliz ao ler seus sabios comentarios sôbre tensão pre olimpica. como amante da natação e como brasileiro reconheço que um grande avanço está sendo conquistado pela natação brasileira. Todavia a analise mais acurada nos revela o extraordinario esforço realizado pelos nadadores, seus treinadores, fisiologistas, nutricionistas e responsaveis, num sistema chamado cada um por si, na verdade uma total falta de programação . Enfim os resultados virão em Londres, só lamento que um novo planejamento ainda não foi possivel desenvolver como todos desejam, principalmente a natação feminina. Fica aqui minhas esperanças que um trabalho para 2016 possa iniciar imediatamente. Saudações ao maior conhecedor da natação mundial prof. Alex.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *