Autor • Alex Pussieldi direto de Atlanta
Fonte • Best Swimming

Divulgação

Logo do Campeonato Americano 2011

 

400 livre feminino –

A França começou imponente no USA Nationals com uma prova perfeita e uma marca expressiva de Camille Muffat vencendo com 4:03:64, nada mais do que o quarto melhor tempo do mundo este ano.

Muffat foi absoluta do início ao fim, abriu com 59:4, depois 2:01:51, 3:03:30 nos 300 e fechando com 1:00:34 para 4:03:64. Seu melhor este ano foi no Mundial de Shanghai 4:03:23, terceiro tempo do mundo, hoje fez o quarto.

A prata ficou com a americana Leah Smith, destaque do Mundial Júnior do Perú, marcando 4:09:55 e o bronze para outro destaque do Mundial Jr, a canadense Brittany McLean com 4:10:33.

Na final B, Laure Manaudou venceu com 4:12:02 mas passando com 2:02:76 e voltando com 2:09:26 para o segundo parcial da prova.

 

400 livre masculino –

Os nadadores da Flórida, tradicionais na prova dos 400 livre não chegaram a final A. Mas fizeram o seu trabalho nas finais C e B. Na C, Conor Dwyer venceu com 3:56:08. Na B, foi Peter Vanderkaay que venceu com 3:55:50. Na A, sem nenhum de Gators tivemos uma prova muito bonita e equilibrada.

O show foi novamente francês desta vez com Yannick Agnel que marcou 3:47:78. Uma divisão negativa de impressionar com 56:69. 1:55:28, 2:52:32 e 3:47:78. Agnel fechou os últimos 100 metros com 55:40, mais de um segundo abaixo do que abriu os primeiros 100 metros.

O americano Michael  Klueh também fechou bem levando a prata com 3:50:56. A prova teve quatro estrangeiros entre os cinco primeiros colocados, três franceses. Ryan Cochrane do Canadá foi bronze com 3:50:62.

 

200 medley feminino –

Elizabeth Pelton dominou a prova no início mas foi atacada no nado peito e acabou sendo derrotada por Caitlin Leverenz. Pelton, maior medalhista feminina do Pan de Guadalajara, quatro ouros e uma prata, fez 2:10:02 contra 2:09:39 de Leverenz.

O bronze sobrou para Julia Smit com 2:11:55.

Foi a primeira vitória americana no USA Nationals deste ano. Aliás, as cinco primeiras colocadas foram americanas.

 

200 medley masculino –

O sul-africano Darian Townsend não deu chances para ninguém arrasando desde o princípio. Venceu com 1:59:27 deixando outro sul-africano, Sebastian Rousseau em segundo com 1:59:55 e o americano Eric Shanteau em terceiro com 2:00:29.

Ryan Lochte chegou em sexto lugar com 2:01:42.

 

50 livre feminino –

O nível da prova não foi lá estas coisas e ao que tudo indica Dara Torres vai dar muito trabalho. Aos 44 anos de idade, Dara treinando com o brazuca Bruno Darzi parece cada dia chegar mais perto do topo do pódium.

Jessica Hardy, que vem liderando esta prova na América há algum tempo, venceu com 25:08, mas Dara chegou logo atrás com 25:24. O bronze sobrou para Lara Jackson, campeã do Pan, agora marcando 25:30 e chegando em terceiro.

Dara nadando bilateral, respirando a cada três braçadas, nadou com uma técnica apurada e crescendo principalmente no final quando suas adversárias caíam de produção.

 

50 livre masculino –

Nem mesmo sem fazer um grande saída impediu de Nathan Adrian nadar para 21:85 e vencer a prova. Adrian quase repete o seu melhor tempo este ano, 21:84, feito no Campeonato Americano de agosto quando voltou de Shanghai.

Saída boa teve o sul-africano Roland Schoeman que voltou a treinar nos Estados Unidos, agora no Phoenix Swim Club, e foi segundo com 22:19. É sua melhor marca este ano superando os 22:31 feitos no Sette Colli em junho passado.

O bronze ficou para o francês Fred Bousquet com 22:37. 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *