Autor • Alex Pussieldi
Fonte • Best Swimming

 

E saiu mais um traje! Ohhhhhhh!

 

Esta deve estar sendo a reação ao redor do mundo do super show organizado pela Speedo ao lançar mundialmente o novo Fastskin3 em três cidades ao mesmo tempo: Londres, New York e Sidney.

 

Atletas patrocinados pela empresa aparecem com o novo produto, desfilam, falam maravilhas e até prometem "super marcas". Ryan Lochte se disse "invencível" a partir de agora.

 

Tirando todo o glamour, o super show na verdade é até melhor que o traje. Com a nova regulamentação da FINA, os trajes já não tem aquela vantagem que os modelos Jaked trouxeram e mudaram a história da natação em 2009.

 

Mesmo assim, o lançamento de um traje e todo este glamour é positivo para a natação. Positivo pois atrai a mídia, abre espaço para a promoção, ajuda a incrementar salários e patrocínios aos atletas, ou seja, movimenta o mercado.

 

Ainda não tive a oportunidade de conhecer o traje, coisa que farei neste final de semana na disputa do USA Nationals em Atlanta. Mas desde já acho que o lançamento do Kit, e não só do traje, foi um pouco de arrojo da Speedo.

 

Os novos modelos de touca e óculos combinados com o traje formam o padrão "perfeito" da nova geração segundo a promoção do lançamento. O que na verdade se configurou ainda mais em outra grande jogada de marketing.

 

Speedo é a marca mais associada com os esportes aquáticos do mundo. É a que mais investe, é a que mais promove, tem realmente história e merece disfrutar deste prestígio. Mas é uma empresa como qualquer outra. Produz, investe, patrocina e lança novos produtos no mercado.

 

Este impressionado com o impacto de seu lançamento vai lá compra, usa e faz o produto líder do mercado mundial. É assim que funciona e tudo isso faz parte de um ciclo, já que outros produtos serão lançados brevemente.

 

Não sou contra os trajes, e sim aos trajes que trazem vantagem aos atletas em relação aos outros. E como este não traz, segundo os padrões de avaliação da FINA, que viva o Fastskin3 e que venham outros por aí no mesmo estilo.

 

Alex A. Pussieldi, editor chefe da Best Swimming Inc. 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *