Autor • Alex Pussieldi direto de Shanghai
Fonte • Best Swimming

Divulgação

Logo oficial do Mundial

 

Nada melhor do que um dia ensolarado para comemorar um dia dourado. E assim foi.

 

  • Uma surpresa ver o Shanghai Oriental Sports Center mais vazio que os dias anteriores. Em compensação, em um giro pela cidade, sábado é o dia que todo mundo vai as ruas!
  • Muitas raias vazias nas provas de 50 estilos. Vários atletas abrindo mão das provas, incluindo “high profiles” como Ryosuke Irie nos 50 costas.
  • O dia foi de ouro para o Brasil, a quarta medalha neste Mundial, melhor campanha da história. Mais que isso, César Cielo consolida uma posição incontestável de maior velocista do mundo nos últimos quatro anos: absoluto.
  • Bruno Fratus ficou em quinto lugar. A seis centésimos da prata, a quatro centésimos do bronze. Não saiu tão bem como nas semifinais e mais, foi humilde ao reconhecer um fato muito importante: a raia 4 pesou.
  • A empolgação e animação dos chineses tem sido fator positivo neste mundial. Até mesmo o locutor chinês está dando um show no canadense. Que saudades do locutor australiano de Beijing 2008 e Roma 2009.
  • Como todos grandes eventos esportivos os refrigerantes vendidos nas dependências tem seus rótulos retirados e as tampas cobertas com um adesivo. Só tem espaço para quem paga para aparecer.
  • Outro detalhe é que na venda dos refrigerantes o seu copo já está lá servido. E o gelo said a caixa de sorvete, ugh!
  • Há um ano dos Jogos Olímpicos já se pode ter uma idéia do que teremos no próximo ano, entretanto como o próprio César Cielo disse ontem todo mundo vai estar mais rápido.
  • Djan Madruga também está aqui acompanhando o Campeonato. Djan é assessor da CBDA e tem alguns projetos ligados a natação competitiva em andamento. Novidades em breve.
  • Enquanto Melissa Franklin, a jovem americana de 16 anos, dá show na piscina, seu treinador Todd Schmittz faz o carnaval na arquibancada. Não há nenhum treinador que grita, esbraveja e gesticula mais do que ele. Diria até demais.
  • Demorou para alguém ser desclassificado nas provas de peito e as inúmeras irregularidades que aqui acontecem. A primeira, coitada, é de Burkina Faso, menos mal que sobrou também para Jilian Tyler que nadou o revezamento do Canadá na final do 4 x 100 medley. Irregularidade: pernada antes da braçada na filipina. Mas só ela???
  • E saiu a primeira medalha de ouro dos britânicos. Rebecca Adlington, campeã olímpica em 2008, em bela batalha com Lotte Friis da Dinamarca. Há menos de um ano de Londres 2012, se esperava bem mais da Grã-Bretanha.
  • Bob Bowman não esconde o nervosismo e a tensão com a atual fase de Michael Phelps. Durante as provas de Phelps, ele inclusive sai de perto da delegação americana e vai assistir sozinho. Nem comemora, é mais suspiro e alívio. Phelps depois dos ouros nos 100 e 200 borboleta, 4 x 200 livre,prata nos 200 livre e 200 medley, bronze nos 4 x 100 livre, ainda nada os 4 x 100 medley.
  • E o mistério foi desvendado. O mascote do Mundial é um óculos de natação estilizado, Jing Jing é o seu nome. Mas em vários cartazes aparece um coelhinho, o mesmo que está sendo distribuído nas cerimônias de premiação e está a venda nas lojas da complexo.
  • O coelho é uma homenagem ao Ano do Coelho comemorado este ano no calendário chinês. De acordo com uma das voluntárias, o coelho apareceu porque o tal óculos estava muito feio!
  • A gente volta amanhã…
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *