Autor • Alex Pussieldi
Fonte • Best Swimming

 

A maior crise da história da natação brasileira

 

Jamais nosso esporte viveu um drama tão grande como o que estamos passando neste momento. Se alguém acha que isso acabou com a decisão do Painel de Doping da CBDA está muito enganado. Muito mesmo. Ainda vamos vivenciar uma tensão sem tamanho até o pronunciamento da FINA para uma situação extremamente desconfortável para todos nós.

 

A Furosemida encontrada na urina de quatro de nossos melhores nadadores é um dos mais poderosos diuréticos que existe e a defesa dos quatro atletas precisará ser muito bem embasada para convencer os membros do Painel da FINA.

 

Na história dos testes positivos de Furosemida na natação desde 2001, a pena mais branda foi a de Daynara de Paula que testou positivo para a substância no ano passado nos Jogos ODESUR: seis meses!

 

Os testes positivos aconteceram no Troféu Maria Lenk e a decisão do Painel veio um dia após o prazo de inscrição para o Mundial de Shanghai adicionando mais um problema técnico a nossa seleção. De acordo com a decisão, todas as marcas anuladas mudam a convocação da Seleção Brasileira e talvez isso tenha passado despercebido (ou foi de propósito?).

 

Conheço César Cielo, conheço sua família, conheço Nicholas Santos, o Vinicius Waked, o Henrique Barbosa. São todos grandes atletas e excelente pessoas. São atletas que aprendi a admirar e só tenho coisas boas a falar. Do técnico Albertinho, então nem se fala, considero um grande amigo e companheiro de muitos anos.

 

Mesmo assim, acreditar neles pouco muda. Não temos o controle do que vai acontecer e a decisão da FINA pode ser de “zero a 2 dois anos” conforme o próprio Dr. Eduardo de Rose declarou.

 

Contra eles ainda tem a “fama” que o Brasil ganhou nos últimos anos pelos incontáveis casos de doping. Até mesmo o caso Fabíola Molina ganha uma nova conotação neste aspecto.  O Painel da FINA vai considerar isso também, é mais dificuldade contra todos nós.

 

A mídia internacional está caindo de pau neles, em nós. Lembro que um técnico da Seleção Brasileira sempre me destacava que ao chegar nas competições internationais,  os treinadores das outras seleções faziam piadas e chacotas a respeito de uma atleta de nossa seleção, isso antes dela ser pega positiva e depois banida. E agora, vamos todos ser gozados?

 

Sempre acreditei no “Efeito Bola de Neve” e por várias vezes comentei o efeito positivo que a “Cielomania” tem trazido para a natação brasileira. César Cielo trouxe investimentos para o nosso esporte, ajudou a aumentar os salários dos atletas e profissionais envolvidos em nosso esporte, cresceu o interesse e espaço na mídia. César Cielo e seus resultados são responsáveis por tudo isso.

 

O seu nome sendo jogado como tem sido nos últimos dias tem um efeito muito negativo em tudo o que se demorou anos para construir. Cielo é o modelo de sucesso e perspectiva de milhares de jovens nadadores de nosso país.

 

Ao fazer sua exposição e dar a sua versão, Cielo o fez sem dar direito de pergunta as dezenas de reporteres que se fizeram presente. Na minha opinião, uma medida bem tomada de evitar um desgaste, para uma resposta despreparada e que poderia expor a Cielo a uma situação que ele jamais viveu. A mídia faz o seu papel e ele, como celebridade está exposto a conviver com isso.

 

O pronunciamento foi simples e direto. Cielo, mesmo emocionado, soube conter as lágrimas que já estamos acostumados a ver  em grandes conquistas. Ele é o centro de tudo isso. Nenhum outro depoimento seria mais importante do que o dele.

 

Resta ainda citar que a regra de doping tem sido uma verdadeira Babilônia com dezenas de interpretações e decisões distintas. Se a Furosemida vai de “zero a dois anos”, tem atleta que deixou de fazer exame e foi perdodado e tem o Albert Subirats que vai ficar um ano sem poder competir. As decisões de doping das federações nacionais podem ser acatadas pela FINA ou a mesma pode até levar para o CAS/TAS como foi o caso de Jessica Hardy.

 

O resultado analítico adverso, ou o caso positivo de doping, seja como quiser chamar, a forma de dizer, como o fato de acreditarmos neles ou não pouco muda. Resta saber qual será a decisão do Painel da FINA, serão mais 20 dias de tensão, expectativa e muita ansiedade.

 

Que isso acabe logo, para o bem da nossa natação. 

0 respostas
  1. Alexandre Madsen
    Alexandre Madsen says:

    DDias, o pior é que tem muito “jornalista” questionando a decisão do TAS…Recalque indisfarçável…Podem secar à vontade!!! Como disse o Albertinho : ducha fria nos adversários!!! Ah!!! Sai da frente!!! Sai que o Cesão é chapa quente!!!rsrs..Vamo Cesão!!! Rumo ao Bi!!!

    Responder
  2. DDias
    DDias says:

    Nisso eu concordo com a JU M., a CBDA deveria ter dado uma punição, ainda mais com um atleta que já havia sido punido, o que faria a FINA recorrer de qualquer jeito.
    Só chamo a atenção a todos antes de citarem casos ditos iguais:
    -Dizem que a quantidade de Furosemida encontrada era ínfima mesmo para um simples efeito diurético, o que se for verdade, dá uma luz totalmente diferente ao caso.
    Nunca é demais lembrar que a maioria dos casos alegados de ingestão acidental tem doses muito efetivas(ou mais do que!) das substâncias proibidas encontradas.Vamos esperar para ver.

    Responder
  3. Ju. M.
    Ju. M. says:

    Não conheço o Cielo, nem sua família e nem os outros nadadores pegos no doping. Mas conheço uma e mais importante regra anti-doping, que é universal: se uma substãncia está no seu organismo, não importa como entrou, não há benefício da dúvida, você é culpado e resta aguardar a punição. Isto deveria servir para qualquer atleta, principalmente as 'estrelas'; mas ela serve para qualquer atleta, mas bem menos para as 'estrelas'. Maurren foi pega uma vez no doping, não era uma super estrela como Cielo naquela época, e foi punida de forma exemplar, mesmo sendo uma 'boa menina', a primeira vez que acontecia e com um argumento relativamente bom; o resultado disso foi que não ouve mais auê, pq independente de culpada ou inocente, ela recebeu uma punição justa e a lei anti-doping foi bem aplicada. Não houve isso no caso do Cielo, porque é no mínimo ridícula a advertência aplicada pela CBDA, seria bem melhor que houvesse uma punição de alguns meses,bem justificada pelo argumento do pq de haver furosemida na urina deles e a inocência deles. Haveria o mesmo circo, mas ele seria bem menor, pq passaria a sensação de punição e não de impunidade. Não sei se Cielo é inocente ou culpado, diferente da regra anti doping, acho que todo mundo merece o benefício da dúvida, oq não é pouca coisa. Ele não vai receber uma punição tão curta da FINA, há ponto de causar mais insatisfação ainda na comunidade da natação, nem uma tão longa (espero) que comprometa o Jogos de Londres. A CBDA deu milho pra bode com a punição branda pra proteger a 'prata da casa', e correu (e ainda corre) o risco desnecessário de comprometer seriamente a participação de Cielo em Londres.

    Responder
  4. Rodrigo
    Rodrigo says:

    Santiago,
    No sé de qué país es, no voy a ser original, pero esta frase es apropiada. Como el Rey de España dijo: “¿Por qué no te callas?”

    Responder
  5. Katia
    Katia says:

    Concordo com Eduardo F., pelo bem do esporte favor tratar o assunto com transparência, um peso, 2 medidas é inaceitável. Não existe inocência neste assunto, quem nada, quem treina e quem comenta sabe, não é coach?! Sejamos realistas e deixem Deus fora desta. Aliás quem precisa rezar muito é a proprietária do laboratório acusado de contaminação, a briga será com gente grande.

    Responder
  6. Eduardo F.
    Eduardo F. says:

    Acendendo uma vela pra Deus e outra pro…

    1) Traços de furosemida falam muito a favor de contaminação mesmo, pois essa pequena quantidade não indica que a pessoa ingeriu intencionalmente.

    2) Justo Furosemida? Uma farmácia manipula inúmeras drogas por dia, justo esse dia, no suplemento do Cielo e antes de fazer o dele? Logo Furosemida, que é usada pra esconder doping?? Muito azar…

    Pro bem do esporte não podem existir dois pesos e duas medidas, se o cara que ingeriu intencionalmente for igualado com o cara que ingeriu por acidente, todo mundo vai dizer que foi contaminado!

    Responder
  7. Alexandre Madsen
    Alexandre Madsen says:

    Lamentável Coach, a forma “em cima do muro” como você comentou o caso. Vc e Gustavo Borges, este no Programa Arena Sportv, conhecendo a índole e a família Cielo, nunca poderiam ficar neutros neste caso. Pô Coach, Cesão utiliza o produto com cafeína há dois anos e nunca apareceu Furosemida no anti-doping. Além disso, fez exame há duas semanas e nada constou da urina. A substância proibida aparecer justamente no dia em que a farmácia manipulou 20 MINUTOS antes Furosemida, é muita coincidência. Mas, tudo isso que está acontecendo, é bom para o Cesão ver com quem pode contar…Valeu Coach!!!

    Responder
  8. Eduardo
    Eduardo says:

    Acredito que fica claro que o resultado evidencia contaminação quando foi dito que a quantidade de furosemida encontrada foi pequena e que a urina não estava diluída. Portanto, não é o relatório da farmácia que vai ajudar nesse caso, e sim a prova laboratorial do exame. Entretanto quando o assunto é Brasil, a tendência é agir com preconceito, ainda mais pelo fato de alguns não aceitarem que o nadador mais rápido do mundo é brasileiro.

    Responder
  9. GERSON
    GERSON says:

    Por que a CBDA anexou á defesa, um documento que colocaria o laboratório como culpado, sendo que o próprio laboratório afirma que não o emitiu e que não tem culpa na tal “mistura” ??

    Responder
  10. Rafael
    Rafael says:

    Momento realmente lamentável. A imprensa deve estar delirando, pois a tempos que somente desgraça vende, da Ibope:é prato cheio, pouco importando as dores do resultado.Somado a isso, a falta de credibilidade que nossas instituições geram.Casos recentes que ocorreram em 2010; foram confirmados em 2010;a regra de punição éra clara sobre a punição em 2010=>o painel foi protelado para 2011;foi julgado na re-classificação da substancia do resultado adverso, quando deveria ter aplicado a regra de 2010. Criando todo esse desrespeito ao mundo da natação como esperar agora que a FINA considere todo o mérito e credibilidade de nosso Cielo? Deus nos ajude.

    Responder
  11. lucimar
    lucimar says:

    Há um tempo atrás, você fez um brilhante editorial ” preço da fama.” Preço do sucesso, vitória,poder e forma de exercer o simples.Talento que todos estes atletas que aprendemos a amar e respeitar ao longo de alguns anos, tem sobre nós miseros mortais, saber nadar com a leveza bela de um beija-flor.Hoje a situação é de despreparo no que será o amanhã. Talvez este amanhã passe como um furacão e nos recuperemos ou passe de forma que nos tire o direito de ir para Londres 2012.Não acredito nisto. Mas espero que este “susto”, sirva para que a vitória seja conseguência de muito treino e musculação.Suplementação só para ajudar na sua sustentação física e não para melhorar sua performase.Porque só assim poderemos algum dia sermos reconhecidos como verdadeiros formadores de atletas. Sejam de todas as categorias inclusive em credibilidade de Confederações. Que o poder pare de corromper e que o ser seja mais importante do que ter. Muito TRISTE tudo isto.Que Deus nos ajude.A podermos colaborar em orientar os futuros e os que ai estão .

    Responder
  12. Eduardo Henrique Domingues
    Eduardo Henrique Domingues says:

    Acredito que tantos outros atletas
    espalhados pelo mundo, passaram e passam por problemas como esse e as entidades de cada país souberam e sabem preservar a identidade de seus atletas, o fato é que no Brasil, como não temos outros atletas em evidência (a não ser o Thiago Pereira) o show se faz necessário.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *