Autor • Alex Pussieldi
Fonte • Best Swimming

 

Tudo na vida tem um preço. Ser famoso também tem, e este é bem caro. Durante o recente Troféu Maria Lenk conversava com alguns profissionais e descrevia minha impressão geral sobre o espaço que a natação consegue na mídia em geral.

Para mim, e com aprovação de quase todo mundo que conversei, como é fácil colocar qualquer coisa sobre o César Cielo no ar. Ao mesmo tempo, como é dificil conseguir qualquer espaço, mesmo que merecido, a qualquer outro atleta da nossa natação. É incrível a diferença. Nem mesmo Thiago Pereira consegue.

O espaço que César Cielo conquistou na mídia é estupendo. Mais do que merecido, o espaço tem seus inúmeros benefícios. Principalmente financeiros. Mas também tem as suas obrigações. Qualquer coisa que o Cielo vier a comentar, vier a suspirar, a pensar, seja o que for pode virar notícia. E as vezes até mesmo contra a vontade dele.

Os jornalistas fazem o seu papel. Uma pergunta bem colocada, uma resposta sem pensar, e já temos uma boa materia. Colocar Cielo no ar é notícia e do jeito que aconteceu foi perfeito para a divulgação.

César Cielo, como outras celebridades, tem de conviver com esta exposição e principalmente cobrança do público. Os paparazzis, os caçadores de autografos, os incovenientes, os jornalistas, todos tem seu papel neste processo de divulgação que faz César Cielo ser o que ele é.

Não há como eliminar nenhum destes grupos. Todos tem sua importância e são fundamentais para fazer o Cielo ter os benefícios que tem como celebridade. Mas também tem o preço de ser cuidadoso o suficiente para estar sempre atento a qualquer entrevista que seja. Uma palavra, uma frase, amanhã pode representar uma manchete.

Por incrível que pareça, não há como fugir disso. Aliás, ser celebridade também tem o seu lado de aprendizado. A saber lidar, conviver e até mesmo suportar tudo isso.

Cielo não desprezou Bruno Fratus. Aliás, nunca desprezou ninguém. Não há qualquer entrevista ou materia que comprove isso. Eu mesmo assisti uma força incrível que o Cielo deu ao Marcelo Chierighini durante o Mundial de Dubai. Foi algo natural e fato que me impressionou muito bem. O próprio Chierighini na época reconheceu a força que o ídolo, e companheiro, havia lhe dado até chegar a conqusita da medalha de bronze no revezamento 4 x 100 livre.

Para quem tem memoria curta, ainda recordo que por ocasião da final dos 100 livre no Troféu Maria Lenk, Cielo pediu para trocar de raia. Pediu e foi atendido. Queria nadar entre Nicholas Santos e Bruno Fratus. Se ele estivesse desprezando o Fratus, nadaria em qualquer lugar. Ele sabia que teria disputa, e teve.

Para terminar, não preciso defender o Cielo. Ele é maior do que qualquer materia ou reportagem. A fama lhe deu esta condição, mas ele ainda paga e vai pagar caro por isso.

 

 

0 respostas
  1. Ricardo Luchiari
    Ricardo Luchiari says:

    Eu conheço Cesar pessoalmente,ele tava bravo sim ,mas quem que entende de natação e não viu os momentos distintos de preparação,rasge o diploma.

    Responder
  2. Alexandre Madsen
    Alexandre Madsen says:

    Opiniões e Idéias??? Fábio, leia atentamente a “primeira vez” do cidadão Madson Ribeiro e irá me dar razão. Ele já chegou com o pé no peito simplesmente do MAIOR NADADOR DE TODOS OS TEMPOS DO BRASIL!!! Humilde o garoto…

    Responder
  3. Fábio
    Fábio says:

    O site Swim It Up acabou com a seção “Comentários” justamente por causa de leitores inconvenientes que o utilizavam de maneira agressiva, desrespeitando o espaço e outros leitores que colocavam suas opiniões e idéias. Coach, manifeste-se e acabe com estas atitudes que certamente contribuirão para a “contaminação” de seu site, por sinal respeitadíssimo e de grande importância para a natação brasileira.

    Responder
  4. Alexandre Madsen
    Alexandre Madsen says:

    Parem as máquinas!!! O Coach Alex está pensando em pedir o cancelamento do seu blog junto ao Globo.com, Cielo e Albertinho vão paralisar os treinos do Pro-16 e já pensam em não viajar com a SB no próximo domingo,dia 12, para testar os novos blocos de partida da Omega no Crystal Palace, que será o QG do Brasil em Londres. Blocos estes que serão utilizados nos Jogos Olímpicos de 2012. Cesão tb já estuda a possibilidade de não disputar o Paris Open, a partir do dia 25/06. Tudo isto porque o cidadão aí embaixo disse que nunca mais irá postar um comentário. Cielo nem está dormindo direito por causa disso. Fala Sério!!! O sujeito é totalmente SEM NOÇÃO!!! O que ele achou? Que “pipocariam” mensagens de solidariedade do tipo : Fica!!! Fica!!! Fica!!!…kkkk

    Responder
  5. Eduardo F.
    Eduardo F. says:

    Essa frase do Cielo que não vê rival à altura realmente pegou mal, acabei de entrar no site da Fina para ver o Ranking dos 100L em 2011:
    James Magnussem 1º tempo = 48″29
    Cielo 8º tempo = 48″66
    Bruno Fratus 12º tempo = 48″72
    Como natação é um esporte de momento, não adianta ter sido campeão olímpico em 2008, tem que nadar é agora e Cielo está devendo em 2011 e Fratus está a 0,06 atrás do melhor tempo de 2011, ou seja, batida de mão!! Abre o olho Cielo!

    Responder
  6. Alexandre Madsen
    Alexandre Madsen says:

    Já vi que vc é do tipo que quando entra na briga, diz : “Me segura, se não pego ele”. Madson, se vc não sabe brigar, não entra no Octógono…Ou seja, se falta embasamento e argumentos para debater, o jeito é cair fora mesmo!!! Vai ver novela, papagaio de pirata!!! Só quer aparecer, não sabe de natação!!!

    Responder
  7. Madson Ribeiro
    Madson Ribeiro says:

    Foi a minha “primeira vez”! Tô fora! Já notei que quando o Cielo mergulha, muita gente perde o fôlego e engasga, kkkkkk. Fui! Não vão me ver nunca mais.

    Responder
  8. Procurador de estrelinha
    Procurador de estrelinha says:

    MUNDIAL

    “SOU CAMPEÃO OLÍMPICO E NÃO TENHO DE DAR LIÇÃO EM CAMPEÃO DE M.LENK”, DIZ CIELO SOBRE RIVAL

    Satiro Sodré/CBDA

    BRUNO FRATUS E CÉSAR CIELO
    SÃO PAULO, 04/06/2011 12:44
    Swim It Up! Clipping, Folha de S.Paulo
    Esta notícia foi reproduzida para fins didáticos. Caso disponível, veja link no final desta página para ver o texto original.
    Quer comentar?
    Cesar Cielo não vê Bruno Fratus como rival direto nas principais provas que disputa. Derrotado pelo jovem velocista nos 100m livre do último Troféu Maria Lenk, o campeão mundial e olímpico diminuiu a concorrência do ex-companheiro de Pinheiros e deu até conselhos a Fratus.
    “Não tenho de dar lição em ninguém, sou campeão olímpico e não preciso dar lição em campeão de Maria Lenk. Agora, o que ele precisa fazer é aproveitar o momento para conseguir um bom patrocínio”, disse Cesar Cielo, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

    A disputa entre os dois aconteceu no início de maio, no Rio de Janeiro. Nadando pelo Pinheiros, Bruno Fratus surpreendeu Cielo, que não tinha feito a preparação adequada para a prova e estava nadando “pesado”, como se diz no jargão da natação. “Eu não estava pronto para nadar. Acabei nadando pesado e o meu tempo não foi bom”, disse Cesar Cielo.

    O grande objetivo do nadador na temporada é o Mundial de piscina longa em Xangai, em meados de julho. A meta de Fratus é a mesma, mas à época do Maria Lenk, o nadador mais jovem ainda não tinha conseguido o índice para a competição, o que explica a diferença de desempenho de ambos. “Mais do que resultados em seletivas, ele precisa ir bem na competição principal, isso é o que interessa”, disse Cielo.

    Responder
  9. Nando
    Nando says:

    Concordo que campeões odeiam perder(aliás quem gosta?) mas saber perder é tão importante quanto saber ganhar, não é a toa que o Federer e o Nadal são os atletas que são.

    Responder
  10. Eduardo F.
    Eduardo F. says:

    Certa vez li aqui no site uma declaração de um coach americano, falando mais ou menos o seguinte:
    “não quero na seleção americana 100% de atletas que adoram vencer, quero a seleção com aqueles 100% que odeiam perder”.

    Não adianta, campeões de verdade odeiam perder, vejam exemplos: Phelps, Senna, Schumacher, Bernardinho, Cielo, e muitos outros. Não é arrogância, é a auto-confiança excessiva dos campeões, que muitas vezes desestabiliza os adversários. Se Cielo odiou perder pra Fratus e demonstrou isso, não é crime, lembram da cara do Phelps depois de pegar um “couro” do Biederman nos 200l? Campeões de verdade odeiam perder, é normal!

    Responder
  11. Alexandre Madsen
    Alexandre Madsen says:

    Madson, por uma vogal não somos parentes. Ainda bem!!! Vc quer aparecer??? Ninguém é obrigado a ser solícito em todos os momentos. Acredito no seu testemunho. Se ele não tivesse cumprimentado o garoto, dar-lhe-ia razão. Aliás, o Coronel da Natação Brasileira dever ser seu ídolo! Pois fique sabendo que Cesão no Maria Lenk cumprimentou a todos. No pódio, cumprimentou SIM o Bruno Fratus. Na água, se vc rever bem, inclusive, Fratus na euforia jogou água em cima do Cesão, que não reagiu. É só rever o vídeo. Solicita ao Sportv, já que é tão marrento…Vc não pode!!! Cesão até poderia, mas vc não!!! Quem tem boca fala o que quer!!! Mas, quem é você mesmo??? Estava esperando um comentário técnico e balizado em assuntos esportivos. Vai escrever para a Contigo!!! Fofoca é com eles…

    Responder
  12. lucimar
    lucimar says:

    Concordo que tudo tem seu preço. Para Cesar conseguir sua medalha Olímpica, muita luta e grana foram gastos.Sabemos quem pagou esta conta. Tem seu preço tem sim, só que estamos ladeados sempre da lei da oferta e procura e este rapaz não tem esta estirpe. Fala as vezes ou muitas vezes movido pela emoção ( do coração).E sabemos o quanto isto está longe do esporte competitivo. Cesar esta aprendendo a lidar com a fama. Talvez. Cesar gosta e quer nadar. Causa e efeito. Temos um país aonde nada é levado a sério,imagine se algum reporter irá ter dedos em perguntar algo a alguém para somar. E Cesar ainda luta dando sua colaboração em abrilhantar o Esporte amador neste país. Aonde tudo é muito obscuro e a eterna briga de ser o melhor, em vez de somar as claras .Cesar não precisa aprender a lidar com a fama. É o Brasil que precisa aprender a ter atletas e somar em vez de brincar de querer ser.E coach o Cesar sabendo lidar ou não com a fama já é a própria.

    Responder
  13. madson-ribeiro456@hotmail.com
    madson-ribeiro456@hotmail.com says:

    Tenho certeza que não vai publicar mas de toda forma, vai lá! Foi muito bom o Fratus “dar uma lambada” no Cielo. O cara é “prepotente, nariz empinado e se acha o máximo”. Vou lhe narrar um fato e você vai poder comprovar, se quizer, conhece a turma toda. Há dois ou três anos atrás, no Chico Piscina, nosso querido Dr. Coroaci, pegou pela mão o Alexandre Graczyk, paranaense, inclusive, filho do atual presidente da Federação de lá, na época Atleta Juvenil do Minas Tênis Clube e que acabara de bater os dois recordes do Cielo na competição(50 e 100 livre) e foi apresentá-lo à nossa estrela. Emocionados, o atleta e o Dirigente tiveram de engulir seco a frieza do Cielo: pegou na mão do menino, virou as costas e saiu sem falar um “a” sequer. Foi a maior decepção do Graczyk, ouvimos isto da boca dele! Isto ilustra muito bem o perfil do Cielo. Tecnicamente muito bom, mas pelo outro lado… Como sempre prega, não gosta de perder, rejeita medalha de prata! Não exagere em “defende-lo” tanto e em tempo, vc estava presente e por acaso o viu cumprimentando o Fratus após a derrota? E o desespero para se vingar no revezamento? O Bruno Fratus pulou depois e quase chegou junto. Viu? Publique!!!!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *