Autor • Pedro de Figueiredo
Fonte • Best Swimming

 

Bruno Fratus e Daynara de Paula foram os dois destaques da última etapa da Seletiva para o Mundial de Xangai, disputada neste sábado no Parque Aquático Júlio Delamare, no Rio. Após três dias de competição, Bruno confirmou seu índice na prova dos 50m livre e Daynara cravou sua marca nos 100m borboleta, tendo sido a única atleta a nadar pela primeira vez oficialmente abaixo do tempo exigido nesta Seletiva.
 
Bruno nadou para 22"10, um pouco acima do seu melhor tempo, 21"93, que lhe garantiu o índice para o Mundial. Sem Cielo na piscina, o atleta fez uma prova disputada com Nicholas Santos, que ficou com a segunda colocação (22"29). Após a prova, Bruno se disse satisfeito com a vitória, mas garantiu que quer mais.
 
"Semana que vem [no Troféu Maria Lenk], tenho que tentar nadar mais rápido. Até mesmo porque 22"10 no Mundial não entra nem na final e o meu objetivo é ganhar. Apesar de ser muito pretensioso, acho que esse é o objetivo de todo atleta de alto rendimento", disse ele, que admira seu ídolo e principal concorrente, Cesar Cielo.
 
Entre as mulheres, Daynara de Paula foi o nome do dia. Após passar seis meses suspensa por resultado adverso no exame anti-doping realizado nos Jogos Sul-Americanos, a atleta se superou e venceu os 100m borboleta com o tempo de 58"56, 20 centésimos abaixo do índice da prova.
 
"Ano passado foi muito estressante e difícil, mas já superei tudo. Eu que já valorizava minha família, meu clube, meus patrocinadores e meus amigos verdadeiros, agora mais que nunca sei da importância deles. Por conta do apoio que tive, só tirei as melhores coisas dessa experiência. Por exemplo, treinei mais que todo mundo, me preparei e agora os frutos estão aparecendo", disse ela, que já havia nadado abaaixo do índice no GP de Michigan, mas a competição não valia como seletiva para o Mundial.
 
Além de Bruno e Daynara, a etapa de sábado teve outros bons resultados. Felipe França venceu os 50m peito masculino com 27"69. A terceira colocação foi do jovem Angelito Cassandra, que, com 28"73, conquistou mais um índice para o Mundial Júnior de Natação. Na quinta, ele havia conquistado a marca dos 100m peito. No feminino, a vitória foi da portuguesa Ana Rodrigues, 32"64, seguida de Ana Carla Carvalho, com 32"92.
 
Nos 50m livre feminino, Flavia Delaroli venceu a prova com 25"65. Nos 200m costas, Joanna Maranhão foi a campeã no feminino, com 2'16"96, enquanto Leonardo de Deus foi o melhor entre os homens, com 1'59"72.
 
Sem Kaio Marcio, Cesar Cielo venceu os 100m borboleta com facilidade, ao cravar a marca de 53"07. Arthur Mendes Filho garantiu uma vaga para o Mundial Júnior ao cravar 54"39 na mesma prova.
 
No fundo, Camila Zattar cravou 9'30"82 nos 800m livre feminino e Lucas Kanieski foi o melhor nos 1500m livre masculino, ao estabelecer 15'22"47.
0 respostas
  1. Rodrigo
    Rodrigo says:

    ao contrário do que diz o trecho “Bruno confirmou seu índice na prova dos 100m livre”, na verdade ele confirmou o índice nos 50m livre.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *