Autor • Pedro de Figueiredo
Fonte • Best Swimming

Reprodução

Kitajima nadou os 100m peito em 59"44

 

Recordes e melhores marcas da temporada marcaram os dois dias do Meeting Japonês de Natação, ocorrido este fim de semana em Hamamtsu. O evento foi a seletiva do Japão para o Mundial de Xangai, que ocorre em julho, após o cancelamento do Campeonato Nacional, marcado para Tóquio, após o terremoto que devastou o país.
 
Os dois dias de competição mostraram que a equipe japonesa vai forte para Xangai. No total, cinco recordes nacionais foram quebrados e três nadadores estabeleceram a melhor marca do mundo no ano em suas provas.
 
O principal deles foi Kosuke Kitajima. O nadador estabeleceu o tempo de 59"44 nos 100m peito. A marca superou os 59"93 de Yuta Senaga obtida em fevereiro em Tóquio e é a segunda vez no ano que um atleta nada abaixo de 1 minuto na prova. O campeoníssimo, dono de quatro medalhas de ouro olímpicas, dedicou sua perfomance às vítimas do terremoto que destruiu parte do país.
 
Nos 200m borboleta masculino, Takeshi Matsuda também levou a prova com o melhor tempo do ano em todo o mundo. O nadador cravou 1'54"12, superando a marca anterior de Michael Phelps, que era de 1'55"34, estabelecido no GP de Indianápolis. O segundo colocado da prova, Ryusuke Sakata, também superou o tempo de Phelps ao estabelecer 1'55"11.
 
Já nas finais de domingo, Ryouske Irie conseguiu a marca de 1'54"08 nos 200m costas masculino. O tempo superou em mais de dois segundos Zhang Fenglin, que havia cravado 1'56"34, até então o melhor do ano. O tempo de Irie foi bastante surpreendente e ele deverá brigar pela prova em Xangai, já que com este tempo ele bateu até mesmo a vitória de Ryan Lochte no Pan Pacífico do ano passado com 1'54"12. No sábado, Irie cravou a segunda melhor marca do mundo nos 100m costas com 53"10.
 
Além de primeiros lugares no ranking mundial, o Meeting Japonês teve também quebras de recorde nacionais. No sábado, Yosuke Miyamoto cravou 14'57"56 e foi o primeiro japonês na história a nadar os 1500m livre em menos de 15 minutos. Nos 200m borboleta feminino, Natsumi Hoshi abaixou em 33 centésimos o recorde anterior dos 200m borboleta feminino ao nadar para 2'06"05. Nos 200m livre feminino foi a vez de Haruka Ueda estabelecer novo recorde japonês com 1'57"37.
 
No domingo, Yuya Horihata estabeleceu o novo referencial e o segundo melhor tempo do mundo no ano nos 400m medley masculino com 4'12"28. Entre as mulheres, Yuka Katou cravou o recorde japonês dos 50m borboleta feminino com o tempo de 26"07.
0 respostas
  1. Histórico
    Histórico says:

    É impressionante como a prova dos 200 B nao consegue melhorar…..
    Thomas Malchow em 2000 ja nadava pra 1.54, Phelps com seus 15 anos tbm já nadava pra 1.55, depois vieram os fast skins, a prova conseguiu evoluir pra 1.53, com LZR 1.51, e agora de volta aos trajes normais, o melhor resultado em 2010 foi 1.54.11 no Pan Pacs, e em 2011 se arrasta ainda entre 1.54 / 1.55!
    Vamos aguardar agora os trials brasileiros, o trial americano e Mundial de Shangai pra ver se somente de bermuda, e, alguns atletas com a idade mais avancada para nadar uma prova tao dificil, consigamos ver tempos de 1.51 a 1.53….

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *