Ben Proud faz melhor tempo da era dos trajes e se aproxima do recorde mundial dos 50 livre

0
158
FABIOLA MOLINA

Com a Rússia a caminho para o título do Europeu, a Grã-Bretanha teve os dois melhores resultados do dia, os 50 metros peito de Adam Peaty fazendo a terceira melhor marca da história, e Ben Proud alcançando o melhor 50 metros nado livre da era pós-trajes. Veja como foi o penúltimo dia de competição:

800 metros nado livre masculino –


Em divisão negativa, bem negativa, Mykhailo Romanchuk ganhou sua segunda medalha de ouro na competição e bateu seu terceiro recorde nacional da Ucrânia. Ele já tinha vencido os 400 metros nado livre com 3:45.18, prata nos 1500 metros nado livre com 14:36.88 e agora leva mais um ouro, 7:42.96, melhor tempo do mundo este ano.
Nos parciais, 3:52.44 nos primeiros 400 metros, volta com 3:50.42. Iniciando de forma mais controlada, só foi assumir a liderança da prova a partir dos 450 metros.
O pódio foi o mesmo dos 1500 metros nado livre, só com mudanças nas posições. Romanchuk tinha sido prata, levou o ouro, Gregorio Paltrinieri foi bronze levou a prata e Floridan Wellbrock, que tinha sido ouro, bateu o recorde alemão e levou o bronze.

Pódiio:
1o Mykhaylo Romanchuk da Ucrânia 7:42.96
2o Gregorio Paltrinieri da Itália 7:45.12
3o Florian Wellbrock da Alemanha 7:45.60

100 metros nado livre feminino –


Em nenhum momento Sarah Sjoestroem foi ameaçada, passou na frente, 25.17, voltou 27.76, e foi a única abaixo dos 53 segundos. Não repetiu os 52.67 que tinha feito na semifinal, igulando o recorde de campeonato de 2014. Venceu com 52.93 e voltou a fechar a prova cansada, exausta e com a técnica sucumbindo nos metros finais. Para quem bateu o recorde mundial dos 100 metros nado livre no Mundial de Budapeste no ano passado com 51.71 e dias depois fez a mesma coisa perdendo a prova para Simone Manuel dos Estados Unidos alguma coisa está acontecendo com o final de prova da sueca.
Femke Heemskerk da Holanda foi prata com 53.23 e Charlotte Bonnett da França bronze com 53.35. Em quarto lugar chegou a britânica Freya Anderson de 17 anos de idade e com 53.61 quebrou o recorde europeu júnior.

Pódio:
1o Sarah Sjoestroem da Suécia 52.93
2o Femke Heemskerk da Holanda 53.23
3o Charlotte Bonnett da França 53.35

50 metros peito masculino –


Depois de ter feito a melhor saída da sua carreira no recorde mundial (ainda não aprovado pela FINA) dos 100 metros peito, Adam Peaty fez uma das piores na prova de hoje. Saiu mal, muito atrás do italiano Fabio Scozzoli e do esloveno Peter John Stevens. Mesmo assim, o britânico impôs sua qualidade, incrementou a frequência e nadou para 26.09, quebrando o recorde de campeonato pela terceira vez consecutiva (26.50 nas eliminatórias, 26.23 nas semifinais e 26.09).
A marca é a terceira melhor da história e ela agora acumula os 10 melhores tempos do mundo na prova.

Pódio:
1o Adam Peaty da Grã-Bretanha 26.09 recorde de campeonato
2o Fabio Scozzoli da Itália 26.79
3o Peter John Stevens da Eslovênia 27.06

200 metros costas feminino semifinal –
Sem Katinka Hosszu que optou por não nadar a eliminatória da prova para focar na final dos 200 metros medley, tivemos duas nadadoras na casa dos 2:07, uma delas a húngara Katalin Burian fazendo 2:07.65. O melhor tempo foi da italiana Margherita Panziera que com 2:07.27 quase quebrou o seu recorde nacional do ano passado no Mundial de Budapeste com 2:07.16.
Para entrar na final, 2:11.69 da espanhola Africa Zamorano.

50 metros nado livre masculino semifinal –
Uma saída espetacular e Ben Proud não teve dificuldades para nadar para 21.11, o melhor tempo da era pós-trajes, a quinta melhor performance da história. Com novo recorde de campeonato, novo recorde britânico, Proud não teve adversários e ainda teve uma chegada meio deslizada.
Prova de excelente nível, seis primeiros colocados nadando na casa dos 21 segundos, quatro primeiros colocados quebrando o recorde nacional de seus país. Proud 21.11, novo recorde britânico, Andrea Vergani 21.37 novo recorde italiano, Vladimir Morozov 21.44 igualando o recorde russo que já era dele e 21.52 para o novo recorde grego de Kristian Gkolomeev.

50 metros borboleta feminino semifinal –

Alguns minutos do ouro dos 100 metros nado livre, Sarah Sjoestroem voltou para fazer o melhor tempo dos 50 borboleta com 25.51. A francesa Melanie Henique que nadou ao seu lado, e saiu melhor, ficou com o segundo tempo 25.68. Foram cinco nadadoras na casa dos 25 segundos. O oitravo tempo para final foi de Anna Ntountounaki da Grécia com 26.22.

100 metros borboleta masculino semifinal –
Prova equilibrada, apenas 37 centésimos separando o primeiro do oitavo classificado para a final. O italiano Piero Codia tinha sido o mais rápido das eliminatórias com 51.59. Agora, entrou com o oitavo tempo para a final com 52.02. Foi o único que entrou na final não nadando para 51. Laszlo Cseh, aos 32 anos de idade, o nadador mais veterano da competição e o maior medalhista masculino presente em Glasgow, entrou com o primeiro tempo 51.65.

50 metros peito feminino semifinal –
A russa Yulia Efimova está sobrando. Depois de vencer os 100 e 200 metros nado peito, foi a melhor nas eliminatórias (30.30) e agora a única na casa dos 29 segundos na semifinal. Marcou 29.66, novo recorde de campeonato superando os 29.88 de Ruta Meilutyte do Europeu de 2014.
A sueca Sophie Hansson entrou com o oitavo tempo para a final marcando 30.72.

200 metros costas masculino –


Sensacional performance de Evgeny Rylov, liderando de ponta a ponta, vencendo com novo recorde europeu 1:53.36. O recorde era dele mesmo, 1:53.61 quando se sagrou campeão mundial do ano passado em Budapeste. A marca de hoje é o melhor tempo do mundo em 2018 e seus parciais foram 26.89, 54.78 (27.89), 1:24.12 (29.34), 1:53.36 (29.24).
Ele conseguiu colocar quase três segundos de vantagem sobre o polonês Radoslaw Kawecki que ainda era o recordista de campeonato da prova desde 2012.

Pódio:
1o Evgeny Rylov da Rússia 1:53.36
2o Radoslaw Kawecki da Polônia 1:56.07
3o Matteo Restivo da Itália 1:56.29

200 metros medley feminino –


Finalmente, Katinka Hosszu ganhou sua primeira medalha. A Dama de Ferro não vive seu melhor momento, e depois do quarto lugar nos 100 metros costas ontem, optou por ficar de fora dos 200 metros costas para focar na final dos 200 medley.
Venceu, na raça. A marca foi 2:10.17, nada especial para quem é recordista mundial com 2:06.12, mas manteve o seu nome na galeria das campeãs continentais. É a maior sequência em vigor na natação da Europa, campeã dos 200 medley em 2010 em Budapeste, repetiu em 2012 em Debrecen, tri em Berlim em 2014, tetra em Londres em 2016 e agora penta campeã da prova.
Katinka fez 2:10.17 com parciais de 28.07, 32.71, 38.44 e 30.95. A prova teve alternância de liderança e a grande decepção foi a performance da britânica Siobhan-Marie O’Connor que terminou em quarto lugar com 2:10.85. Na semifinal, O’Connor tinha feito 2:09.80. Teria ganho a prova se repetisse.

Pódio:
1o Katinka Hosszu da Hungria 2:10.17
2o Ilaria Cusinatto da Itália 2:10.25
3o Maria Ugolkova da Suiça 2:10.83

Revezamento 4×100 metros nado livre misto –


Deu França, novo recorde de campeonato 3:22.07 com parciais de Jeremy Stravius 48.81, Mehdy Metella 47.45, Maria Wattel 53.47 e Charlotte Bonnet fechando para 52.34.
O russo Kliment Kolesnikov abriu o revezamento com 48.45, o melhor parcial de abertura. O italiano Alessandro Miressi, campeão dos 100 metros nado livre, que já havia sido o mais rápido parcial no 4×100 livre masculino, voltou a brilhar, 47.38, o melhor da prova.
Entre as mulheres, o melhor parcial foi da holandesa Femke Heemskerk com 52.62.

Pódio:
1o França 3:22.07 recorde de campeonato
2o Holanda 3:23.97
3o Rússia 3:24.50

Classificação parcial de medalhas:
1o Rússia 22 medalhas, 8 ouros, 8 pratas, 6 bronzes
2o Grã-Bretanha 17 medalhas, 7 ouros, 5 pratas, 5 bronzes
3o França 6 medalhas, 4 ouros, 2 bronzes
4o Itália 17 medalhas, 3 ouros, 5 pratas, 9 bronzes
5o Hungria 6 medalhas, 3 ouros, 2 pratas, 1 bronze

Link para os resultados completos:

http://glasgow2018.microplustiming.com/indexglasgow2018_web.php?s=TG9hZENhbGVuZGFyaW8oJzAnKTs=&cat=ASM&page=043&spec=005&bat=001&td=CGR1&hg=&descIT=TWVuIC0gNHgyMDAgbSBTdGlsZSBMaWJlcm8gLSBGaW5hbGU=&descEN=TWVuIC0gNCB4IDIwMCBtIEZyZWVzdHlsZSAtIEZpbmFs&descFR=SG9tbWVzIC0gNHgyMDAgbSBOYWdlIExpYnJlIC0gRmluYWxl&curCatSel_M_F=17:20&sport=Swimming

 

Deixe uma resposta