FINA divulga índices olímpicos para Tóquio 2020

0
503
FABIOLA MOLINA

Índices mais fortes e menos vagas disponíveis, esta é a realidade para quem sonha em estar nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A FINA divulgou hoje a tabela de índices e as regras para quem quiser estar na disputa da natação da próxima Olimpíada.

Os índices agora são iguais ao 14o tempo das eliminatórias dos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Na última Olimpíada, os índices foram iguais ao 16o tempo das eliminatórias de Londres 2012. O número total de atletas também apertou. Em 2016, eram 900 vagas, agora são 878, 22 a menos.

Anunciados hoje, os índices ainda serão aprovados pelo Bureau da FINA na reunião de dezembro, na China. As marcas começam a serem contabilizadas a partir de 1o de março de 2019 até 21 de junho de 2020. Apenas competições oficializadas pela FINA são reconhecidas como válidas para obtenção de índices.

Uma mudança que só vai favorecer os Estados Unidos é o aumento do número máximo de atletas por equipe. Até o Rio 2016, eram 26 de cada sexo. Para Tóquio, este máximo aumentou para 28 atletas. Dificilmente outro país consegue reunir tantos nadadores na classificação olímpica.

O sistema de classificação continua o mesmo. Pela ordem, serão chamados automaticamente os atletas que obtiverem os índices A, máximo de dois por pova, os atletas vão completar os revezamentos, desde que tenham pelo menos os índices B da respectiva prova, os atletas da Universalidade e por fim, a lista será completada com os atletas com a marca B, pela ordem de pontuação FINA.

Para os revezamentos, o procedimento vai ser o mesmo do Rio 2016. Serão classificadas automaticamente as 12 melhores equipes das provas de 4×100 metros nado livre, 4×200 metros nado livre e 4×100 metros medley dos dois sexos, mais o 4×100 metros medley misto, das eliminatórias do Campeonato Mundial de Gwangju, na Coréia em 2019. As quatro vagas remanescentes serão ocupadas pelas quatro seleções melhores ranqueadas nos resultados alcançados nas competições reconhecidas pela FINA em 2020.

Acompanhe o calendário de classificação da natação para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020:
Dezembro de 2018 – Aprovação dos índices
28 de fevereiro de 2019 – Prazo final para registro das competições FINA para obtenção de índices.
1o de março de 2019 – Início do prazo de qualificação e contabilidade dos índices.
31 de agosto de 2019 – FINA informa as 12 equipes de cada prova de revezamento classificadas para Tóquio 2020.
30 de setembro de 2019 – Prazo para os países aceitarem ou recusarem o convite das vagas automáticas de revezamento.
19 de maio de 2020 – Prazo final para obtenção das vagas de revezamento.
21 de junho de 2020 – Prazo final para indicação dos nadadores de Universalidade.
26 de junho de 2020 – Início da convocação dos atletas com índices B.
6 de julho de 2020 – Prazo final para confirmação de todos os atletas.

Veja aqui as regras completas publicadas pela FINA:
Tokyo2020swimming

Deixe uma resposta