Os ausentes do Troféu Brasil 2018

0
216
FABIOLA MOLINA

Alguns lesionados, recuperando de cirurgia, outros em pendência de doping, um monte que optou por não vir dos Estados Unidos onde tiveram na temporada competitiva universitária e ainda tem Joanna Maranhão, que se dedicou no primeiro trimestre ao reality show Dancing Brasil da TV Record. Confira os ausentes do Troféu Brasil 2018 que começa na próxima terça-feira no Maria Lenk no Rio de Janeiro:

* Joanna Maranhão, ainda sem clube definido. Deixou a Unisanta no início da temporada, se dedicou ao programa da TV Record, mas sem deixar os treinamentos. Joanna está treinando no CTE em Belo Horizonte, segue a programação estabelecida por Rosane Carneiro que ficou com esta responsabilidade até ela definir seu futuro. Isso deve acontecer após o Troféu Brasil.
* Etiene Medeiros, atleta do SESI-SP, sofreu uma cirurgia no ombro direito, uma retirada de um cisto sinovial. Já recuperada, está de volta aos treinamentos, mas o foco está para o segundo semestre. Etiene quer o tri campeonato mundial nos 50 metros costas em piscina curta.
* Thiago Simon, atleta que cumpre “afastamento voluntário” aguardando a definição do painel de doping da FINA. O atleta testou positivo em julho do ano passado e seu caso segue em segredo de justiça. O painel de doping aconteceu no final do mês de fevereiro e o resultado deve sair em breve.
* Henrique Painhas, atleta que competiu na temporada universitária americana pela Ohio State chegando ao NCAA. Não compete no Brasil há duas temporadas.
* Luiz Gustavo Borges, atleta do Pinheiros que ingressou na Universidade de Michigan e chegou a final B da prova dos 50 metros nado livre do NCAA.
* Felipe Rizzo, atleta do Curitibano integrante da equipe do Texas A&M.
* Victor Rocha Furtado, melhor nadador brazuca no NCAA da Divisão II deste ano. Com duas medalhas de prata pela Florida Tech University, não compete no Brasil desde que foi estudar e treinar nos Estados Unidos há três anos.
* Guilherme Zavanelli, atleta da Indianapolis University da Divisão II, foi prata nas 200 jardas livre.
* Matheus Isidor, nadador da Lindenwood, bronze nas 200 jardas borboleta da Divisão II do NCAA. Não compete no Brasil desde que se mudou para os Estados Unidos.
* Rodrigo Berti, atleta da Indianapolis University da Divisão II.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here