Missy Franklin vai para a Geórgia treinar com Jack Bauerle

0
220
FABIOLA MOLINA

O técnico Jack Bauerle é um dos melhores da natação americana, destacado principalmente com o trabalho das mulheres na Universidade da Geórgia. Missy Franklin já foi uma das melhores do mundo e ainda detém o recorde mundial. No papel, tem tudo para dar certo, mas a mudança de Missy Franklin anunciada ontem é a sua última tentativa em resgatar a carreira.

Veja a reportagem do jornal Washington Post:

Sem competir desde o pífio resultado dos Jogos Olímpicos do Rio 2016, onde ficou nas semifinais dos 200 costas e nadou apenas as eliminatórias do revezamento 4×200 metros nado livre, Missy operou os dois ombros no ano passado e passou mais tempo dando palestras e clínicas do que treinando com Dave Duerden, seu último técnico na Cal. Depois da Olimpíada, mesmo sendo nadadora profissional, voltou a estudar o curso de Psicologia da Universidade da Califórnia agora treinando com a equipe dos homens e o time de nadadores profissionais.

A ida para a Geórgia é a quarta mudança de treinador de Missy desde 2015:
Tery McEver, Todd Smitz, Dave Duerden e Jack Bauerle.

Com apenas 22 anos de idade, mas 28 medalhas internacionais, seis olímpicas, Missy Franklin é uma “veterana-jovem” do esporte. Seus melhores tempos ainda são de 2012-2013 quando treinava com Todd Smitz no Colorado Starz. Desde que entrou na universidade, seu corpo mudou, ganhou peso, ficou mais forte, mas sem conseguir repetir suas marcas.

Sempre simpática, Missy segue sendo uma das estrelas da natação americana. Se na piscina seus resultados nos Jogos do Rio foram fracos, fora dela, foi uma das líderes e mais entusiásticas da equipe. Elogiada por todos, Missy tem sofrido em não repetir seus resultados. A ida para a Geórgia será a última tentativa em resgatar a sua carreira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here