Best Vídeo: As 10 melhores provas do Troféu Open 2017

0
774
FABIOLA MOLINA

Veja os vídeos daquelas que foram as 10 melhores provas do Open 2017 selecionadas pela Best Swimming.

1500 metros nado livre masculino
Novo recorde sul-americano da prova com Guilherme Costa, primeiro homem do continente abaixo dos 15 minutos, mais marcas expressivas para Miguel Valente e Diogo Villarinho, o melhor 1500 da história da natação brasileira.

200 metros nado borboleta masculino
Leo de Deus voltou a vencer a prova que não perde em campeonatos nacionais desde o Finkel de 2009. Em 2012, Leo foi derrotado por Kaio Márcio no Sul-Americano e no Paulista Júnior/Senior de Inverno deste ano por Luiz Altamir. Em certames nacionais, entretanto, são oito anos de invencibilidade. No Open, Kauê Carvalho do Corinthians chegou a estar na frente desafiando o “imbatível” Leo de Deus. Os dois fizeram marcas expressivas em padrão de ranking mundial.

400 metros nado livre masculino
A prova está aqui mais pela disputa do que pelo nível. Luiz Altamir Mello, Fernando Ponte e Guilherme Costa alternaram momentos de liderança onde todo mundo se controlou demais. A vitória foi de Guilherme Costa que atacou no final ganhando na batida.

200 metros medley masculino
Dobradinha do Pinheiros, Leonardo Santos e Gabriel Ogawa nadaram para as suas melhores marcas pessoais para fazer primeiro e segundo colocado na prova. Foi o primeiro título absoluto de Leo na carreira.

400 metros medley feminino
Não tem Joanna Maranhão? Não tem problema, Gabrielle Roncatto em uma de suas vitórias no Open fazendo sua melhor marca pessoal e entrando na barreira de alto nível internacional.

100 metros costas feminino
Etiene Medeiros não nadava os 100 metros costas em piscina longa desde os Jogos Olímpicos do Rio 2016. A volta foi bem positiva, prova bem dosada e nadando para 1:00.

200 metros costas feminino
A primeira a gente nunca esquece! Fernanda Goeij ganha o seu primeiro título nacional absoluto levando os 200 costas.

100 metros livre masculino
Três nadadores na casa dos 48 segundos, mais um título para Gabriel Santos e Pedro Spajari definitivamente colocando o seu nome na briga pelo revezamento 4×100 metros nado livre do Brasil.

200 metros livre masculino
Ele teve a prova toda sob seu controle, Fernando Scheffer do Grêmio Náutico União soube a hora de atacar e fazer o seu segundo título nacional em piscina longa quebrando a barreira do 1:48 pela primeira vez.

100 metros peito masculino
Dois nadadores na casa dos 59 segundos, título nacional absoluto para Pedro Cardona, os 100 peito masculino mantém a tradição de sua força na natação brasileira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here