A dura briga com a Itália pelo terceiro posto

0
70
06/12/2017 - Cidade do México, México - Talisson Glock . ©Daniel Zappe/CPB/MPIX
FABIOLA MOLINA

Com o fim das provas desta manhã, o Brasil segue na quarta colocação do quadro de medalhas do Campeonato Mundial de Natação Paralímpica. Faltando a etapa de hoje a noite, mais etapas amanhã, nossa briga é com os italianos. Desde ontem, estamos empatados em ouros e pratas, com a Itália levando a vantagem no número de medalhas de bronze.

Com o ouro de Daniel Dias desta manhã, o Brasil já quebrou um recorde, 27 medalhas em uma edição de Campeonato Mundial superando as edições de 2013 e 2010 quando somamos 26. Ainda estamos a um ouro do recorde de 14 estabelecidos no Mundial de 2010 em Eindhoven.

China cada vez mais líder, soma 21 medalhas de ouro, Estados Unidos é segundo com 18, Brasil e Itália brigando pelo terceiro lugar com 13 medalhas de ouro. Confira o Top 6:

1o China 35 medalhas, 21 de ouro, 9 de prata, 5 de bronze
2o Estados Unidos 42 medalhas, 18 de ouro, 14 de prata, 10 de bronze
3o Itália 28 medalhas, 13 de ouro, 8 de prata, 7 de bronze
4o Brasil 27 medalhas, 13 de ouro, 8 de prata, 6 de bronze
5o Belarus 15 medalhas, 9 de ouro, 5 prata, 1 bronze
6o Espanha 33 medalhas, 7 de ouro, 11 prata, 15 bronze

DEIXE UMA RESPOSTA