45 anos da 7a e última medalha de ouro de Mark Spitz em Munique 1972

0
166

04 de setembro de 2017, hoje se comemora 45 anos da conquista da sétima medalha de ouro da carreira de Mark Spitz, fechando a sua campanha dos Jogos Olímpicos de Munique em 1972 quando venceu as sete provas que disputou, todas com recorde mundial.
Michael Phelps demorou 36 anos para superar Spitz em Beijing 2008, ao vencer oito medalhas de ouro, e sete delas com recorde mundial.

Naquele feito de 1972, Spitz encerrava sua carreira ao fazer o parcial de borboleta do 4×100 medley que fechou a competição. O time americano era muito favorito e venceu colocando quatro segundos de vantagem sobre a equipe da Alemanha Oriental. Mike Stamm abriu de costas, Tom Bruce foi o peito, Spitz nadou o borboleta e Jerry Heindenreich fechou de crawl.

Antes deste revezamento, Spitz havia vencido os 100 livre (51.22), os 200 livre (1:52.78), os 100 borboleta (54.27), os 200 borboleta (2:00.70), mais os revezamentos 4×200 livre e 4×100 livre.

Ali mesmo, aos 22 anos de idade, Mark Spitz encerrava a sua carreira de nadador. Foram 11 medalhas olímpicas e outras cinco em Jogos Pan Americanos. No retorno dos Jogos de Munique, aposentado, Spitz assina seu primeiro contrato profissional em aparições públicas e comerciais que lhe renderam aproximadamente 7 milhões de dólares.