Números do Mundial Júnior de Indianápolis

4
257

Confira os números que ficam nesta 6a edição do Campeonato Mundial Júnior em Indianápolis, nos Estados Unidos.

Medalhas


18 países ganharam medalhas
11 ganharam medalhas de ouro
32 medalhas conquistadas pelos Estados Unidos
12 medalhas de ouro do time americano
15 medalhas no total para o Canadá, segundo colocado sendo 7 de ouro todas no feminino, liderando o quadro de medalhas entre as meninas

Primeiras medalhas em Mundiais Júniors:


Argentina 3 medalhas, 2 ouros, 1 prata
Irlanda 3 medalhas, 1 ouro, 1 prata, 1 bronze
Bulgária 1 medalha, 1 bronze
Romênia 1 medalha, 1 bronze

Pontuação


1031 pontos, 539 no masculino e 428 no feminino para os Estados Unidos campeão geral
627 pontos para a Rússia, vice campeã geral
490 pontos para o Japão terceiro colocado geral
211 pontos para o Brasil 12o colocado geral
126 pontos somados pela equipe masculina do Brasil, apenas 39 pelo feminino

Performances individuais


Regan Smith dos Estados Unidos e os 59.11 nos 100 costas 950 pontos, melhor performance da competição
Taylor Ruck do Canadá 59.23 também nos 100 costas 944 pontos, segunda melhor performance
Kristof Milak da Hungria 1:53.87 nos 200 borboleta 939 pontos, melhor performance masculina
Nicolo Martinenghi da Itália 27.02 nos 50 peito 934 pontos, segunda melhor performance masculina
Breno Correia foi a melhor performance do Brasil nos 100 livre 49.33 das semifinais com 859 pontos, 55a performance geral, 32a entre os homens
Lucas Peixoto 49.79 nos 100 livre nas semifinais, foi a segunda melhor performance do Brasil
Fernanda Goeij 28.77 nos 50 costas nas semifinais, foi a melhor performance feminina do Brasil, 46a da natação feminina do Mundial
Camila Mello 2:01.21 nas eliminatórias dos 200 livre foi a segunda melhor performance feminina do Brasil, 68a da natação feminina no Mundial

Prêmio FINA para os atletas


Melhor atleta masculino
Michael Andrew dos Estados Unidos 27 pontos
Melhor atleta feminino
Rikako Ikee do Japão 20 pontos

10 Maiores medalhistas do Mundial


Taylor Ruck do Canadá, 7 medalhas, 6 ouros, 1 prata
Penny Oleksiak do Canadá, 5 medalhas, 5 ouros
Kristof Milak da Hungria, 5 medalhas, 4 ouros, 1 bronze
Rikako Ikee do Japão, 7 medalhas, 3 ouros, 1 prata, 3 bronzes
Kayla Sanchez do Canadá, 5 medalhas, 3 ouros, 1 prata, 1 bronze
Hugo Gonzalez da Espanha, 4 medalhas, 3 ouros, 1 prata
Michael Andrew dos Estados Unidos, 5 medalhas, 3 ouros, 2 bronzes
Jade Hannah do Canadá, 4 medalhas, 3 ouros, 1 bronze
Andrew Abruzzo dos Estados Unidos 3 medalhas, 3 ouros
Regan Smith dos Estados Unidos, Nandor Nemeth da Hungria e Faith Knelson do Canadá 4 medalhas, 2 ouros, 2 pratas

Recordes


45 novos recordes de campeonato
21 novos recordes mundiais júniors quebrados

Participação

Revezamento 4x100m medley. Campeonato Mundial Junior de Natacao, realizado na IUPUI. 28 de agosto de 2017, Indianapolis, EUA. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

90 países
618 nadadores

 

4 Comentários

  1. Coach, em relação às primeiras medalhas, a Romênia já medalhou com Robert Glinta em 2015, quando foi campeão dos 100m costas masculino.

  2. Coach, 2 coisas me chamaram muita atenção:
    – O tempo do Milak nos 200 borboleta (Será que no futuro irá ameaçar o recorde mais incrível do Phelps??)
    – As performances do Andrew em todas as provas de 50m vencendo com uma margem enorme. Se treinar um pouco a resistência poderá ser o novo fenômeno da natação em múltiplas provas

DEIXE UMA RESPOSTA