Ana Marcela Cunha é bronze nos 10k do Mundial

0
346
Ana Marcela. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Lake Balaton. 16 de Julho de 2017, Hungria, Budapeste. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Ana Marcela Cunha fez mais uma vez história para as águas abertas do Brasil. Pelo terceiro Mundial consecutivo está no pódio dos 10 quilômetros. Desta vez, levou o bronze empatado com a italiana Arinna Bridi numa chegada acirrada e só decidida num demorado foto finish de quase 15 minutos de discussão até a decisão final.

Ana Marcela. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Lake Balaton. 16 de Julho de 2017, Hungria, Budapeste. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

A vitória foi da francesa Aurelie Muller, dando uma boa resposta para todo o drama que viveu após ser desclassificada na prova olímpica no ano passado no Rio de Janeiro. A medalha de prata foi uma grande surpresa com a equatoriana Samantha Arevalo que tirou proveito da briga das italianas Rachele Bruni e Arianna Bridi com Ana Marcela Cunha nos metros finais de prova.

Ana Marcela. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Lake Balaton. 16 de Julho de 2017, Hungria, Budapeste. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Enquanto as italianas faziam sanduíche da brasileira, Arevalo nadava tranquilo e solta para levar o segundo lugar, a primeira medalha na história do Equador em Campeonatos Mundiais.

Ana Marcela brigou muito com as italianas e quando entrou no funil a briga se resumiu a Bridi. Na chegada, Bridi tocou embaixo, Ana Marcela em cima. Nem o mais preciso olho foi capaz de identificar quem havia sido a vencedora. A FINA e a arbitragem demoraram para decidir, a decisão deixou todo mundo contente, as duas em terceiro lugar.

Ana Marcela. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Lake Balaton. 16 de Julho de 2017, Hungria, Budapeste. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

O bronze de Ana Marcela é a sua oitava medalha em campeonatos mundiais, a terceira consecutiva na prova olímpica dos 10 quilometros. A modalidade das águas abertas do Brasil alcança uma regularidade incrível de seis campeonatos mundiais consecutivos subindo ao pódio.

Ana Marcela e Ariana Bridi marcaram 2:00.17.2, dois décimos atrás de Samantha Arevalo, e menos de quatro segundos atrás da campeã, Aurelie Muller.

Ana Marcela. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Lake Balaton. 16 de Julho de 2017, Hungria, Budapeste. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Viviane Jungblut, a outra brasileira na prova, chegou na 11a colocação com 2 horas, 1 minuto, seis segundos e 1 décimo, 52 segundos atrás da campeã. A nadadora gaúcha chegou a estar entre as primeiras colocadas da prova, mas até ela mesma reconheceu que forçou demais nas duas primeiras voltas, sentiu no final.

Surpresa foi ver a holandesa Sharon van Rouwendaal, campeã olímpica no ano passado em 16o lugar. O pódio olímpico não recebeu medalha alguma no dia de hoje. Isso contando com a ausência de Poliana Okimoto, o quinto lugar de Rachele Bruni e o 16o de Rouwendaal.

Largaram 62 atletas, 59 completaram a prova, duas nadaram acima do tempo limite, 30 minutos, e foram desclassificadas. Uma nadadora, Akl Abdelmoneim Khaled do Egito não completou o percurso.

Ana Marcela. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Lake Balaton. 16 de Julho de 2017, Hungria, Budapeste. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Resultado Top 10 da prova:
1o Aurelie Muller da França 2:00.13.7
2o Samantha Arevalo do Equador 2:00.17.0
3o Arianna Bridi da Itália e Ana Marcela Cunha do Brasil 2:00.17.2
5o Rachele Bruni da Itália 2:00.17.4
6o Haley Anderson dos Estados Unidos 2:00.25.9
7o Finnia Wunram da Alemanha 2:00.26.1
8o Anna Olasz da Hungria 2:00.28.4
9o Chelsea Gubecka da Austrália 2:00.30.0
10o Ashley Twichell dos Estados Unidos 2:00.41.3
11o Viviane Jungblut do Brasil 2:01.06.1

Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos. Lake Balaton. 16 de Julho de 2017, Hungria, Budapeste. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Link para o resultado completo:
Resultacompleto

DEIXE UMA RESPOSTA