Delfina Pignatiello bate outro recorde argentino: 800 livre 8:29.86

0
431

Segundo dia do Campeonato Argentino, segundo dia de recorde nacional para a jovem fundista Delfina Pignatiello de 17 anos de idade. Na quarta, os 400 livre, agora os 800 livre marcando 8:29.86, a primeira argentina abaixo dos 8:30. O recorde era de Cecilia Biagioli 8:33.17 feito no Maria Lenk 2012 quando representava o Corinthians. A chilena Kristel Kobrich também fez uma boa prova chegando na segunda colocação com 8:32.75.

Parciais de Delfina na prova:
1:01.47, 2:05.26, 3:09.41, 4:13.55, 5:17.48, 6:21.90, 7:26.49, 8:29.86

Com o resultado, Delfina Pignatiello passa a ser a terceira melhor sul-americana da prova, na frente do recorde brasileiro que ainda é de Joanna Maranhão de 2009 com 9:32.96. Melhores tempos da América do Sul nos 800 livre feminino:
8:25.93 de Andreina Pinto da Venezuela, recorde sul-americano em 2013
8:26.75 de Kristel Kobrich do Chile, em 2013
8:29.86 de Delfina Pignatiello da Argentina, em 2017
8:32.96 de Joanna Maranhão do Brasil, em 2009

Vencedores de provas do segundo dia:
50 borboleta feminino – Macarena Ceballos 27.51
50 peito masculino – Gabriel Morelli 28.86
800 livre feminino – Delfina Pignatiello 8:29.86 recorde argentino
200 borboleta masculino – Nicola Deferrari 2:02.10
200 costas feminino – Andrea Berrino 2:15.96
400 livre masculino – Martin Naidich 3:53.59
100 livre feminino – Andrea Berrino 58.05
100 costas masculino – Agusto Hernandez 56.17
400 medley feminino – Virginia Bardach 4:48.91

Link para todos resultados:
http://www.fenaba.org.ar/documents/resultados/Nacional2017/

Veja o recorde nacional de Delfina Pignatiello nos 800 livre.

DEIXE UMA RESPOSTA