Evolução histórica do recorde sul-americano dos 1500 livre masculino

0
661

Desde o bronze de Tetsuo Okamoto até a quebra do recorde por Guilherme Costa no Regional neste final de semana em Santos. O recorde continental dos 1500 metros nado livre só não esteve nas mãos do Brasil por três oportunidades (Ricardo Monastério da Venezuela, Martin Naidich da Argentina e Esteban Enderica do Equador). O último brasileiro recordista continental da prova havia sido Luis Rogério Arapiraca de 2009 até 2013.

Veja a evolução histórica da prova:
18.51.3 Tetsuo Okamoto, Brasil 02/08/1952, Olimpíada, Helsinque, Finlândia
17:02.3 Luiz Reinaldo Fleck 1971
16:53.98 Luiz Reinaldo Fleck 23/04/1973, Rio de Janeiro
16:49.4 Djan Madruga, Brasil 15/04/1974, Marseille, França, Copa Latina
16:17.47 Djan Madruga, Brasil 1974
15:56.20 Djan Madruga, Brasil 06/04/1975, Las Palmas, Espanha, Copa Latina
15:29.10 Djan Madruga, Brasil 1976
15:19.84 Djan Madruga, Brasil 20/07/1976, Montreal, Canadá, Olimpíada
15:19.53 Luiz Lima, Brasil, 17/03/1995 Mar del Plata, Argentina Jogos Pan Americanos
15:19.38 Luiz Lima, Brasil, 17/01/1998, Perth, Austrália, Mundial
15:17.55 Luiz Lima, Brasil, 18/01/1998, Perth, Austrália, Mundial
15:17.00 Ricardo Monastério, Venezuela 22/09/2000, Sydney, Austrália, Olimpíada
15:15.05 Ricardo Monastério, Venezuela 05/04/2003, Indianápolis, Estados Unidos, USA Nationals
15:13:13 – Luis Rogério Arapiraca, Brasil 02/09/2009, Finkel, Palhoça
15:12.69 – Luis Rogério Arapiraca, Brasil 03/05/2011
15:10.24 – Martin Naidich, Argentina, 23/04/2013, Rio de Janeiro, Maria Lenk
15:08.57 – Esteban Enderica, Equador, 03/04/2016, Assunção, Paraguai, Sul-Americano
15:05.23 – Guilherme Costa, Brasil, 01/04/2017, Regional, Santos

DEIXE UMA RESPOSTA