Seletiva americana a 22 dias do Mundial de Budapeste – Giro pelo Mundo 10/02/2017

0
317

maxresdefault-1

Na Olimpíada foram 33 dias, para o Mundial de Budapeste, apenas 22 dias vão separar a seletiva americana da principal competição da temporada. USA Swimming publicou em detalhes todos os critérios do Campeonato Americano que acontecerá em Indianápolis de 27 de junho a 1o de julho. A piscina é a mesma que sediará o Mundial Júnior em agosto.

O USA Nationals será seletiva para formação de três equipes americanas:Mundial de Budapeste, Universíades e o MUndial Júnior.

Para o Mundial dos Esportes Aquáticos, a competição termina com apenas 22 dias de intervalo do início das provas em Budapeste. São cinco dias de competição e um total de 52 nadadores, 26 de cada sexo a serem selecionados pela seguinte ordem:
1o todos atletas vencedores das provas olímpicas e os quatro primeiros colocados dos 100 e 200 livre
2o todos os segundo colocados nas provas olímpicas
3o todos os vencedores das provas não olímpicas 50 nos estilos e 800 masc/1500 fem
4o os 5o colocados nas provas de 100 e 200 livre
5o os 6o colocados nas provas de 100 e 200 livre

Veja os critérios da USA Swimming para o Mundial de Budapeste:
criteriosUSASwimmingMundial

Para as Universíades, que acontecerão em Taipei, de 20 a 26 de agosto, nenhum dos atletas convocados para o Mundial de Budapeste poderá estar no time americano. Serão 40 nadadores, 20 de cada sexo a serem convocados com os resultados de finais do USA Nationals. Veja os critérios:

CriteriosUniversiadesUSASwimming

Confira o regulamento da USA Swimming para o Campeonato Americano:

RegrasUSANationals

Duel-in-the-pool-sign-720x500

Ainda na natação americana, USA Swimming perdeu um patrocinador de peso. Mutual of Omaha, empresa de seguros encerrou uma relação de 15 anos com a Federação Americana. A empresa bancava o USA Olympic Trials além do Duel in The Pool. A empresa Mutual of Omaha também patrocinava o piloto Marco Andretti na Fórmula Indy e não irá renovar para a próxima temporada.

Perderam o Mutual of Omaha, mas renovaram com a instituição Sigma Gamma Rho Sorority, uma fundação que incentiva o estudo nas minorias. A USA Swimming tem uma série de projetos que tenta popularizar e divulgar a natação, tanto aprendizagem como competitiva em todas as classes.

43445

Semana passada teve a 1a etapa do Golden Tour Camille Muffat, a série de Grand Prixs na França, começando por Nice. Katinka Hosszu nadou cinco provas e venceu três. Seus resultados foram:
1o nos 400 livre – 4:14.44
1o nos 200 costas – 2:13.54
1o nos 100 borboleta – 59.58
2o nos 100 livre – 55.95
3o nos 100 peito – 1:11.70

16473384_1445318728875431_9018256902258659617_n 16508736_1444173765656594_4276508542957441223_n

Link dos resultados completos:

http://www.liveffn.com/cgi-bin/resultats.php?competition=43445&langue=fra

Screen Shot 2017-02-07 at 8.05.13 PM

Alemanha assinou contrato com a Finis. É a primeira seleção internacional que vai ser patrocinada pela empresa americana. Com a Grã-Bretanha tendo assinado com a TYR e a Dinamarca renovado também com a TYR, um tanto diferente para as poderosas Arena e Speedo perdendo espaço no cenário europeu.

8563364ac475625419fb2b46f331976e eeacf48bf4dbf35b292379bb1cae6860

Mack Horton esteve na corte na Austrália onde após uma audiência foi punido em 150 dólares australianos por passar um sinal com a luz vermelha antes da Olimpíada. Foi a primeira multa na carteira de Horton.

Na Austrália, a Federação de Natação da Austrália anunciou uma relação com a FitBit passando a ser o dispositivo oficial da entidade. Segundo um press release, alguns atletas da Seleção Australiana já estão utilizando o FitBit Flex 2 há alguns meses.

Emilly Seebohm volta a competir neste final de semana. A nadadora estará junto com a sua equipe australiana participando do New Zealand Zonal em Auckland.

16300523_1592691284091815_4155518126670848468_o

Pernille Blume, a dinamarquesa campeã olímpica dos 50 livre, participa de uma campanha de esclerose. Sua imagem está associada a campanha que pede beijos e se compartilha através de sua conta de Facebook.

Ainda na Dinamarca, duas outras notícias. Uma confirmação de que o país vai sediar o próximo Europeu de Curta, marcado para dezembro em Copenhagen. A última vez que os dinamarqueses organizaram a competição foi em 2013 em Henning.

A outra é uma briga entre duas das maiores estrelas do país. Jeanette Ottesen não foi muito feliz em entrevista indicando que sua compatriota, Pernille Blume, “teve sorte” na conquista do ouro no Rio 2016. O caso ganhou proporções em toda a imprensa nacional.

Hungary's gold medallist Eva Risztov stands on the podium during the victory ceremony for the women's 10km marathon swimming at Hyde Park during the London Olympic Games August 9, 2012. REUTERS/Dominic Ebenbichler
 REUTERS/Dominic Ebenbichler

Aposentadoria para a húngara Eva Risztov. Aos 31 anos de idade, campeã olímpica das águas abertas em Londres 2012, Risztov também ganhou três medalhas em Mundiais de Longa, oito medalhas em Europeus de Longa e mais luto em Europeus de Curta. Antes de se destacar nas águas abertas, Risztov era especialista nas provas de fundo, 200 borboleta e 400 medley.

1Jemma-Lowe

Outra que se aposentou, a britânica Jemma Lowe, duas vezes olímpica e aos 26 anos de idade decidiu pendurar o maiô. Natural do País de Gales, Lowe termina a carreira com 14 medalhas internacionais, cinco nos Mundiais de Curat, três nos Europeus de Longa, cinco nos Europeus de Curta e uma no Commonwealth Games.

O britânico Ben Proud é mais um nome internacional que se adiciona ao clube Energy Standard sob o comando do treinador britânico James Gibson. Proud foi finalista no Rio 2016 na sua estreia olímpica treinando com John Rudd que assumiu a Seleção da Irlanda no início do ano. Outras duas nadadoras britânicas que vão integrar o time do Energy Standard são Georgia Davies e Rachel Kelly.

00273_-_EC2018_Glasgow_Schedule_v1.width-800

Saiu a programação dos Jogos da Europa em 2018, na cidade de Glasgow, na Escócia de 2 a 12 de agosto.

https://www.britishswimming.org/news/general-swimming-news/glasgow-2018-aquatics-schedule-revealed/

Kosuke Hagino voltará a competir em março na disputa do Campeonato Espanhol em Madri. O japonês campeão olímpico dos 400 medley foi operado do cotovelo no final do ano passado e sua recuperação tem sido melhor do que o previsto. Hagino assinou um contrato de cinco anos com a empresa de pneus Bidgestone que vai lhe bancar até os Jogos de Tóquio 2020.

1470755418237

E a onda de#fakenews chegou na natação. Dirigentes chineses estão brigando com a imprensa internacional sobre a nota divulgada antes dos Jogos do Rio 2016 indicando que Mack Horton e Sun Yang teriam tido uma discussão durante um treinamento. Segundo os dirigentes chineses, Sun Yang tem uma boa relação com os nadadores australianos e criticaram a forma como a imprensa tem tratado o nadador.

http://www.smh.com.au/sport/olympics/rio-2016/olympics-swimming/fake-news-china-swim-boss-rubbishes-sun-yangmack-horton-rio-fallout-reports-20160804-gqli48.html

Algumas mudanças de treinador nos Estados Unidos.

A mais importante foi a saída de David Marsh do comando do SwimMac, clube da Carolina do Norte e que foi uma das bases da Seleção Americana no Rio 2016. O novo treinador do programa é seu auxiliar Terry Fritch. Marsh agora vai ocupar um cargo executivo no programa, mas segue como treinador do Elite Team que tem vários nadadores internacionais incluindo os brasileiros Matheus Santana e Matheus Louro Neto.

Coley Stickles, é o novo treinador assistente da Universidade de Indiana. Reconhecido como um dos principais treinadores de velocistas do país se integra ao programa comandado por Ray Looze e onde estão os nadadores brasileiros Vinicius Lanza e Maria Paula Heitmann. Stickles foi o treinador de Abbey Weitzeil, uma das mais jovens nadadoras americanas no Rio 2016 onde participou do revezamento 4×100 livre medalha de prata e o 4×100 medley medalha de ouro. Em 2015, Stickles também foi o técnico do velocista canadense/americano Stanto Condorelli, bronze nos 100 livre dos Jogos Pan Americanos.

16508524_409672432707620_7857545764178255721_n 16602771_409672439374286_3358637862416802878_n 16425897_409396982735165_7627792231754561211_n

Imagens da Indonésia, primeiro training camp do Time Efimova, clube profissional de Yulia Efimova agora treinada pelo seu pai Andrey Efimov. Efimova volta a competir em março, vai nadar o Campeonato Estadual de New South Wales, na Austrália.

Team Efimova
Team Efimova

sarah-sjostrom-jenny-rissveds-720x500

Sarah Sjoestroem foi homenageada pelo Rei Gustaf na Suécia recebendo uma homenagem pelos seus resultados nos Jogos Olímpicos Rio 2016 onde ganhou três medalhas, uma de cada cor.

Dana Vollmer está grávida e vai ser mãe pela segunda vez em julho deste ano. Enquanto isso, está numa nova campanha da CVS, uma rede de farmácias nos Estados Unidos. Detalhe, Vollmer ainda não anunciou sua aposentadoria, e quer voltar a nadar após o nascimento de seu filho.

Atualizando como andam os preparativos de Buenos Aires para os Jogos Olímpicos da Juventude em 2018:

Este final de semana tem o 7o Meeting Internacional Póvoa de Varzim, em Portugal e com presença brasileira, Nelson Silva Júnior vai estar presente. Veja o link para o balizamento e resultados:

http://www.annp.pt/provas1617/14/

 

DEIXE UMA RESPOSTA